Mundo

Thomas Cook em dificuldades procura fundos de 200 milhões para garantir futuro

A empresa turística Thomas Cook, em dificuldades financeiras, confirmou, na sexta-feira, que procura fundos adicionais de 200 milhões de libras (227 milhões de euros), solicitados por entidades bancárias, para assegurar os eu futuro.

A empresa, com 178 anos de história, tinha previsto assinar esta semana um pacote de resgate com o seu maior acionista, o grupo chinês Fosun, estimado em 900 milhões de libras (1.023 milhões de euros), mas foi adiado pela exigência dos bancos de ter novas reservas para o inverno.

Em um breve comunicado enviado à Bolsa de Londres, a empresa revelou que as negociações para chegar a um acordo sobre “os termos finais da recapitalização e reorganização da continuam entre a Thomas Cook e várias partes interessadas, incluindo o grupo chinês Fosun e seus afiliados”.

Estas negociações incluem um pedido recente de uma reserva sazonal de 200 milhões de libras, que são fundos adicionais para a injeção de novo capital de 900 milhões de libras anunciadas anteriormente, acrescentou a empresa.

Leia mais em JN
Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Não perca também

Close
Back to top button

Close
Close