Mundo

Reino Unido está a combater mais de 100 surtos de covid-19 por semana

As autoridades de saúde britânicas estão a atuar para suprimir mais de 100 surtos localizados de covid-19 por semana no Reino Unido, revelou esta segunda-feira o ministro da Saúde Matt Hancock, a propósito de mais uma fase de alívio de restrições.

Num artigo hoje para o jornal Daily Telegraph, Hancock escreve que o aumento de capacidade de testagem está a permitir encontrar mais casos.

O resultado é que podemos aliviar mais o confinamento e tomar medidas direcionadas. Todas as semanas são aplicadas mais de 100 ações locais por todo o país, algumas são noticiadas, mas outras são resolvidas de forma rápida e silenciosa“, adianta.

No domingo, a direção geral da saúde de Inglaterra indicou que cerca de 200 trabalhadores de uma propriedade agrícola no condado inglês de Herefordshire foram colocados em isolamento após terem sido identificados 73 infetados.

Boris Johnson

Nas últimas semanas também foram conhecidas situações semelhantes em fábricas de processamento alimentar e unidades hospitalares.

cidade de Leicester foi a primeira localidade onde foi imposto um confinamento circunscrito há duas semanas devido ao aumento elevado da taxa de infeção, atribuído a uma série de fábricas de têxteis na região, devendo a medida ser reavaliada nos próximos dias.

O jornal Observer noticiou no domingo que as autoridades têm uma lista de 20 localidades em Inglaterra com maiores taxas de casos de infeção com coronavírus, incluindo Bradford, Sheffield e Kirklees.

Hoje vão ser levantadas mais restrições no Reino Unido, com salões de beleza, estúdios de tatuagem e massagem e clínicas de fisioterapia autorizadas a abrir, embora tratamentos como depilação facial, maquilhagem e arranjos das pestanas continuem interditos.

Na Escócia, os hospitais vão voltar a aceitar visitas a pacientes internados por questões não relacionadas com covid-19, as crianças podem praticar desportos ao ar livre e centros comerciais vão reabrir.

No País de Gales, bares, cafés e restaurantes vão poder receber pessoas, mas apenas ao ar livre.

O Reino Unido registou 44.819 mortes durante a pandemia covid-19 até domingo, de acordo com o ministério da saúde britânico, o que faz do país o terceiro no mundo com o maior número de mortes, atrás dos Estados Unidos e Brasil.

LEIA MAIS EM JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close