Mundo

Palestinianos pedem reunião de Liga Árabe sobre EUA e colonatos

O representante palestiniano junto da Liga Árabe, Diab al-Louh, pediu, na terça-feira, à organização que realize uma reunião extraordinária para analisar a nova posição dos Estados Unidos sobre os colonatos israelitas nos territórios ocupados.

Al-Louh disse à agência noticiosa espanhola EFE que recebeu instruções do presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, para solicitar a reunião a nível ministerial.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, anunciou na segunda-feira que os Estados Unidos deixam de considerar os colonatos israelitas na Cisjordânia contrários ao direito internacional, abandonando uma posição que Washington defendia há quatro décadas.

O embaixador palestiniano assinalou que aquelas declarações integram uma série de “decisões unilaterais” que contrariam o direito internacional.

O secretário-geral da Liga Árabe considerou hoje as palavras de Pompeo como “um desenvolvimento extremamente negativo”.

Num comunicado, Ahmed Aboul Gheit disse que a decisão terá como resultado “mais violência e crueldade” contra os palestinianos por parte dos colonos israelitas e “prejudica qualquer possibilidade” de se alcançar a paz.

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos reiterou hoje que os colonatos israelitas em territórios palestinianos ocupados são ilegais, sublinhando que a mudança de opinião dos Estados Unidos não altera o facto estabelecido pela lei internacional.

“A mudança de posição política de um Estado não modifica as leis internacionais, nem as interpretações que delas fizeram o Tribunal Internacional de Justiça e o Conselho de Segurança da ONU”, sublinhou o porta-voz daquele Alto Comissariado, Rupert Colville, numa conferência de imprensa.

Leia mais em JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close