Mundo

Padre de 72 anos cede ventilador a infetado jovem e morre de Covid-19

Figura muito amada da região de Bergamo, o sacerdote já é conhecido como o novo “Mártir da Caridade”, levando a comparações com São Maximiliano Kolbe.

Um padre católico italiano morreu de Covid-19, a doença respiratória aguda provocada pelo coronavírus, após recusar um ventilador que os paroquianos tinham adquirido de propósito para ele. Dom Giuseppe Berardelli, 72 anos, morreu na noite de 15 de março num hospital de Lovere, Itália. Havia dito que a máquina devia servir para salvar uma pessoa mais nova e cedeu-a. A história foi revelada pela revista “Newsweek”.

Os ventiladores mecânicos são máquinas essenciais de sobrevivência que auxiliam a respiração em pacientes infetados, fornecendo assistência aos problemas pulmonares, dos quais a pneumonia é um dos mais graves na associação ao Covid-19.

Um novo santo mediático

O padre Berardelli, dizem os média italianos, era uma figura muito amada em Lovere, comunidade italiana da região da Lombardia, província de Bérgamo com cerca de 5.430 habitantes. Era conhecido pela sua proximidade para com os mais pobres, por ajudar aqueles que tinham problemas financeiros e por andar numa característica motocicleta vermelha. O seu aparente sacrifício está a transformá-lo num mártir mediático.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW