Mundo

Oxford acredita ter vacina para a Covid-19 em setembro. Testes em macacos resultaram

A Universidade de Oxford acredita que em setembro pode ter a vacina contra a Covid-19. Um grupo de investigação conseguiu resultados eficazes em macacos e até ao fim de maio vai testar o fármaco em seis mil pessoas.

A liderança de Oxford na corrida para encontrar uma vacina contra a pandemia de Covid-19 explica-se pelo facto de no ano passado uma equipa de investigadores do Edward Jenner Institute for Vaccine Research (Instituto Edward Jenner para Investigação de Vacinas) ter conseguido demonstrar que no caso de outros coronavírus, as inoculações eram inofensivas para os seres humanos.

Agora, os cientistas vão avançar com testes em seis mil pessoas para verificar a eficácia da vacina, que já foi testada em macacos e com resultados promissores.

Em março, o fármaco foi administrado em macacos-rhesus, “os mais parecidos com os humanos”, contou Vincent Munster, responsável pelo estudo, ao “The New York Times”.

Do grupo de primatas, amplamente exposto ao novo coronavírus, os seis que receberam uma única dose da vacina mantiveram-se saudáveis mais de 28 dias e os que não receberam qualquer tratamento ficaram doentes.

Leia mais em JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW