Mundo

Obama, Bush e Clinton admitem vacinar-se na televisão para encorajar americanos

Obama, Bush e Clinton admitem vacinar-se na televisão para encorajar americanos
epa08859435 (FILE) – Former US Presidents Bill Clinton (L), George W. Bush (C) and Barack Obama during opening ceremonies for the 2017 Presidents Cup at Liberty National Golf Club in Jersey City, New Jersey, USA, 28 September 2017 (reissued 03 December 2020). According to media reports, the three former presidents will volunteer to get a Covid-19 vaccination publicly in order to promote the safety of the upcoming coronavirus vaccine. EPA/ANDREW GOMBERT *** Local Caption *** 53796188

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo.

Barack Obama disse que “confia plenamente” nas autoridades de saúde do país, incluindo no imunologista Anthony Fauci, o conselheiro principal da Casa Branca no combate à pandemia, que entrou em rota de colisão com as posições do Presidente cessante, Donald Trump.

“Se Anthony Fauci me disser que esta vacina é segura e pode proteger-me contra a covid, não hesitarei em usá-la”, disse Obama numa entrevista à rádio SiriusXM.

“Eu prometo que, quando estiver disponível para pessoas menos vulneráveis, vou tomar a vacina. Poderei fazer isso perante câmaras de TV, para que as pessoas vejam que eu confio na ciência”, acrescentou o ex-Presidente democrata, de 59 anos.

Um representante de George W. Bush disse mais tarde à estação televisiva CNN que este ex-Presidente republicano de 74 anos também estava disposto a promover as vacinas contra a covid-19.

“As vacinas devem primeiro ser consideradas seguras e administradas a populações prioritárias”, disse Freddy Ford, em nome de George W. Bush, acrescentando que o ex-Presidente “vai esperar pela sua vez e ser vacinado de boa vontade na frente das câmaras”.

O porta-voz de Bill Clinton, Angel Urena, também disse à CNN que o ex-Presidente democrata, também de 74 anos, seria vacinado publicamente se isso ajudar os norte-americanos a seguirem o seu exemplo.

Um artigo publicado esta quinta-feira no jornal diário” Washington Post” desafiou o Presidente eleito, Joe Biden, de 78 anos, e a sua futura vice-Presidente, Kamala Harris, 56 anos, a serem vacinados perante câmaras de televisão, para convencer os mais céticos, que são muitos nos Estados Unidos, a usar vacinas contra a covid-19.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER