Mundo

Novo vírus da gripe encontrado na China tem potencial para causar nova pandemia

Um novo vírus da gripe detetado em porcos na China poderá ter o potencial para causar uma nova pandemia, caso se comece a propagar entre humanos.

Este vírus é semelhante à gripe suína (A/H1N1pdm09) detetada pela primeira vez em 2009. Foi identificado por investigadores britânicos e chineses, num estudo realizado na China, e publicado na revista científica “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Novo vírus da gripe encontrado na China tem potencial para causar nova pandemia
epa08517187 (FILE) – A masked worker checks the pigs in a hog pen in Suining, Sichuan province, China, 21 February 2020 (reissued 30 June 2020). Chinese scientists have discovered a new type of swine flu that could trigger a pandemic, according to media reports. The G4 virus allegedly has the potential to infect humans, researchers from several Chinese universities and the Chinese Center for Disease Control and Prevention wrote in an article. The G4 is derived from the H1N1 virus, which caused a pandemic in 2009. EPA/ZHONG MIN CHINA OUT *** Local Caption *** 55893553

Os investigadores explicam que este novo vírus, identificado como G4 EA H1N1, pode sofrer mutações e propagar-se entre humanos, através das vias respiratórias. Visto que, tal como a covid-19, é um vírus recente, as pessoas podem ter pouca ou mesmo nenhuma imunidade a esta ameaça, que assim pode tornar-se global – uma pandemia.

Entre 2011 e 2018, este vírus foi detetado em matadouros e em vários trabalhadores de suiniculturas na China. O estudo analisou mais de 300 amostras de soro de trabalhadores de 15 explorações suínas na China e constatou que 10,4% tinham anticorpos contra o G4, o que prova a transmissão para humanos.

“A emergência da pandemia de 2009 do vírus H1N1 demonstrou a importância dos porcos em novos surtos”, diz o estudo, em referência à nova estirpe do vírus da gripe A surgida naquele ano, e que tinha material genético do vírus da gripe suína, humana e das aves.

Tal como explica à “BBC” Kin-Chow Chang, professor na Universidade de Nottingham, apesar de este vírus não ser um problema imediato, não deve ser ignorado.

“Agora estamos distraídos com o coronavírus e tem de ser assim. Mas não podemos esquecer outros vírus potencialmente perigosos”, referiu.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>⚠️Researchers warn of a new flu strain in <a href=”https://twitter.com/hashtag/China?src=hash&amp;ref_src=twsrc%5Etfw”>#China</a> that is similar to the 2009 H1N1 swine and has the potential to become <a href=”https://twitter.com/hashtag/pandemic?src=hash&amp;ref_src=twsrc%5Etfw”>#pandemic</a>. It primarily infects pigs, but can infect humans.<br><br>It&#39;s not &quot;if,&quot; it&#39;s WHEN the next <a href=”https://twitter.com/hashtag/pandemic?src=hash&amp;ref_src=twsrc%5Etfw”>#pandemic</a> virus will emerge.😳<a href=”https://t.co/ruUZk4EjIq”>https://t.co/ruUZk4EjIq</a></p>&mdash; Dr. Dena Grayson (@DrDenaGrayson) <a href=”https://twitter.com/DrDenaGrayson/status/1277696508796829696?ref_src=twsrc%5Etfw”>June 29, 2020</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

 

Os vírus da gripe raramente geram pandemias e estão em constante mutação, sendo esse o motivo pelo qual as vacinas da gripe também têm a necessidade de serem alteradas.

No entanto, 10,4% dos testes realizados a este novo vírus deram positivo o que gera o medo de uma vaga de propagação.

LEIA MAIS EM JN

 

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close