Mundo

Jovens em Madrid pedem à ONU mais proteção às crianças

Jovens de vários continentes pediram esta segunda-feira às Nações Unidas para se concentrarem na proteção das crianças, principais vítimas das alterações climáticas, numa cerimónia em Madrid na qual nove países assinaram uma resolução nesse sentido.

A cerimónia, na qual participou a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, aconteceu no âmbito da cimeira do clima da Organização das Nações Unidas (ONU), COP25, que decorre em Madrid até à próxima sexta-feira.

Quase 90% da morbilidade atribuída às alterações climáticas recai sobre menores de cinco anos, segundo dados da Unicef, entidade responsável pela organização da iniciativa, que juntou jovens ativistas ambientais e cinco ministros, entre eles a ministra espanhola da Educação, Isabel Celaá, e o ministro do Ambiente da Costa Rica, Carlos Manuel Rodríguez.

A declaração, no sentido de que se dê especial atenção às crianças na luta contra as alterações climáticas, foi assinada por Espanha, Mónaco, Luxemburgo, Chile, Fiji, Peru, Nigéria, Costa Rica e Suécia.

Michele Bachelet disse que entende as posições de revolta das novas gerações sobre as alterações climáticas, já que “durante muitíssimo tempo houve pouquíssima ação” na defesa do clima. Mas “a incidência” dos jovens “está a ajudar-nos a atuar”, acrescentou.

“Os jovens são uma força de esperança e estão a ajudar o resto da população a atuar”, acrescentou a ex-presidente chilena.

Jornal de Notícias

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

VOTE JÁ

Faça a sua nomeação

Close
Close