Mundo

Mais 683 mortes em 24 horas em Itália, 7503 no total

A Itália registou mais 683 mortes nas últimas 24 horas e mais 5210 casos de Covid-19. É uma ligeira queda em relação às 743 mortes de terça-feira, mas eleva para 7503 o número de pessoas que morreram no país desde o início da epidemia.

O número de casos ativos em Itália é agora de 57.521, mais 3.491 do que na terça-feira, revelando que os novos contágios estão a diminuir pelo quarto dia consecutivo, de acordo com dados fornecidos esta quarta-feira pela Proteção Civil.

Até ao momento, tiveram alta médica 9.362 pessoas (quase mil nas últimas 24 horas) e o número total de casos registados desde o início do surto é de 74.386.

A Itália continua a ser o país do mundo com mais vítimas mortais consequência do surto do novo coronavírus, seguido da Espanha (com mais de 3.400 mortes) e da China (com mais de 3.200 mortes).

Os países mais afetados a seguir à Itália, Espanha e China são o Irão, com 2.077 mortes num total de 27.017 casos, a França, com 1.100 mortes (22.302 casos), e os Estados Unidos, com 600 mortes (55.225 casos).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou perto de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 19.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

31 médicos mortos em Itália pela Covid-19

É a contagem mais recente da Federação nacional das Ordens dos Médicos Cirurgiões e dos Dentistas italianos. Em 14 dias (de 11 a 25 de março), morreram 31 médicos contagiados por Covid-19.

JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close