Mundo

Investigador português no Luxemburgo diz que “há muita incerteza sobre o que se passará no fim do verão”

Jorge Gonçalves é um dos cientistas da task force covid-19 no Luxemburgo. O português tem traçado cenários e feito simulações sobre a evolução da doença no país para o Governo, e conta que já estuda o impacto que a epidemia pode vir a ter no regresso às aulas.

Investigador português no Luxemburgo JORGE GONÇALVES - MILENIO STADIUM - LUXEMBURGO (1)
Jorge Gonçalves, investigador no Luxemburgo

O investigador Jorge Gonçalves esteve um mês a trabalhar em Wuhan, onde viria a ser o “olho do furação” da pandemia, tendo regressado ao Luxemburgo em novembro, pouco antes do surto ser conhecido. O português, especialista em inteligência artificial e aplicação de modelos matemáticos a sistemas complexos como os biomédicos e biológicos, possui uma carreira internacional notável. No Luxemburgo, integra a task force da covid-19. No Centro de Sistemas Biomédicos, da Universidade do Luxemburgo, onde trabalha, tem simulado para o Governo cenários sobre a doença no país e a melhor maneira de a combater. Além de ser coautor de um modelo capaz de salvar a vida de doentes infetados, que já está a ser utilizado.

LEIA MAIS EM JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close