Mundo

Holanda regista primeira morte no mundo de pessoa reinfetada

Holanda regista primeira morte no mundo de pessoa reinfetada
epa08739654 A healthcare worker clad with a hazmat suit collects blood samples from a man during an anti body rapid test for coronavirus in Medan, North Sumatra, Indonesia, 13 October 2020. Indonesia has recorded over 330,000 cases of COVID-19. EPA/DEDI SINUHAJI

A Holanda registou a primeira morte no mundo de uma pessoa contagiada pela segunda vez pelo SARS-CoV-2: uma mulher de 89 anos, que também sofria de uma forma rara de cancro de medula óssea.

Segundo as explicações dadas, esta terça-feira, pela virologista holandesa Marion Koopmans, a paciente precisou de ser internada na primeira vaga da pandemia do novo coronavírus, após desenvolver sintomas como febre alta e tosse forte, mas teve alta após cinco dias e testou negativo em dois exames após o desaparecimento dos sintomas.

A paciente holandesa também sofria de uma doença conhecida como Macroglobulinemia de Waldenström, uma forma rara de cancro de medula óssea, pelo que o seu sistema imunológico estava afetado há meses.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW