Mundo

França investiga morte de rapaz de 11 anos que perseguia colega de escola

This photograph taken on February 4, 2021 shows youth in front of Georges Brassens secondary school in Le Rheu, a suburb of Rennes, western France. – Rheu’s secondary school, designed without barriers, to give the pupils a sense of responsibility, will soon be fenced for safety reasons, putting an end to a 50-year-old ideal. (Photo by Damien MEYER / AFP)

A justiça francesa está a investigar a morte de um rapaz de 11 anos, que se terá suicidado, depois de ter sido castigado pela escola por perseguição a outro aluno, noticiou esta terça-feira a agência France-Presse (AFP).

Fonte da polícia de Vitry-sur-Seine, localidade dos arredores de Paris onde tiveram lugar os acontecimentos, disse à AFP que a justiça iniciou uma investigação para apurar as “causas da morte” do rapaz de 11 anos.

Outras fontes, citadas pela AFP, asseguram que o rapaz se suicidou, na segunda-feira, poucas horas depois de ter sido convocado pela direção da escola para responder num caso de ‘bullying’ a um colega da mesma escola.

Ministério Público disse à AFP que o rapaz escreveu uma carta com um pedido de desculpas ao outro aluno, acrescentando que tinha também sido castigado pela mãe, depois de no início do dia, os dois terem sido convocados pela escola por causa do mesmo caso, segundo a autoridade educativa de Créteil.

Na sequência da morte do rapaz, foi criada na escola uma unidade de apoio para estudantes e professores.

Na semana passada, uma rapariga de 14 anos, vítima de ‘bullying’, foi encontrada afogada no rio Sena, em Argenteuil, perto de Paris, depois de ter sido severamente espancada por dois conhecidos seus.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER