Mundo

Donald Trump com covid-19 entrou na Casa Branca sem máscara

Donald Trump com covid-19 entrou na Casa Branca sem máscara
US President Donald Trump takes off his facemask as he arrives at the White House upon his return from Walter Reed Medical Center, where he underwent treatment for Covid-19, in Washington, DC, on October 5, 2020. (Photo by NICHOLAS KAMM / AFP)

O presidente dos Estados Unidos saiu esta segunda-feira à noite do hospital militar Walter Reed, onde esteve internado desde a passada sexta-feira, após ser diagnosticado com covid-19. No momento em que subiu a escadaria da Casa Branca, Trump tirou a máscara e colocou-a no bolso.

Trump tentou mostrar uma imagem de força esta segunda-feira. Com o punho cerrado e os polegares levantados, o presidente dos EUA (ainda infetado) não respondeu às perguntas dos jornalistas, mas minutos antes, voltou a atacar no Twitter. Os alvos já são conhecidos: os meios de comunicação social, o Partido Democrata e a China. O candidato republicano às eleições presidenciais de novembro prometeu até voltar a ações de campanha. “As notícias falsas só mostram sondagens falsas”, rematou, em alusão à vantagem de Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca.

Ainda na mesma rede social, o presidente norte-americano transcreveu uma frase da colunista Miranda Devine, do jornal “New York Post”, que o elogiou e disse que se o candidato republicano recuperasse e voltasse à campanha seria “um herói incrível”, tinha sobrevivido aos “truques sujos” dos democratas e ao “vírus da China”. As palavras da conservadora australiana foram recebidas com agrado por Trump, que acrescentou: “Estava vencido [vírus] até a praga vir da China. Vamos vencer de qualquer forma”.

Já de regresso à Casa Branca, Trump estava preocupado com as câmaras. Subiu a escadaria de máscara, esperou que o helicóptero Marine One, que o levou até “casa”, abandonasse o relvado e saudou-o com uma continência. Durante vários minutos, o presidente dos EUA permaneceu quieto em frente da porta, tirou máscara e colocou-a no bolso. Uma manobra à “estrela de reality show”, classificam alguns média dos Estados Unidos.

De acordo com a televisão CNN, já depois de ter entrado na Casa Branca, Trump voltou a sair para regravar, com a sua equipa, o momento do regresso.

Minutos depois, voltava à base no Twitter. Num vídeo publicado na rede social, o republicano reforça a ideia de que é possível vencer o vírus e que “talvez seja imune”. “As vacinas vão chegar dentro de momentos”, acrescentou.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW