MundoBlog

Distúrbios alimentares nas crianças aumentam durante a pandemia

disturbio alimentar nas crianças-inglaterra-mileniostadium
Foto: Leonel de Castro / Global Imagens

 

Os especialistas do Royal College of Paediatrics and Child Health (Colégio Real de Pediatria e Saúde Infantil), do Reino Unido, alertam para que os pais fiquem atentos aos sinais de distúrbios alimentares dos filhos.

Os médicos britânicos do RCPCH concluíram que os números de casos de distúrbios alimentares nas crianças e nos jovens são quatro vezes superiores face ao ano de 2019. Os especialistas acreditam que uma das principais causas é a pandemia.

Mais de 40 especialistas de Inglaterra, Escócia e País de Gales relataram ao Colégio o aumento significativo destes casos. De acordo com o Serviço Nacional de Saúde inglês, o internamento por distúrbios alimentares aumentou significativamente.

A organização de saúde infantil defende que o isolamento dos amigos, o encerramento das escolas, o cancelamento de exames, a falta de atividades extracurriculares como o desporto e a maior utilização das redes sociais são dos fatores que contribuíram para este aumento. O medo de apanhar o vírus, a quarentena forçada e os problemas familiares a nível financeiro também podem ter influenciado, avança a BBC.

Quanto mais cedo os distúrbios alimentares forem detetados, maior a hipótese do tratamento ser bem-sucedido. “Começam com mudanças frequentemente bastante pequenas, tais como a recusa de comer alimentos que anteriormente eram apreciados”, alerta a Karen Street, médica no hospital Royal Devon e Exeter.

A linha de apoio da Beat, instituição de caridade de desordens alimentares, duplicou desde fevereiro. “O aumento do foco na alimentação durante o período natalício, juntamente com o dilúvio de mensagens de dieta no Ano Novo pode ser uma combinação tóxica para jovens em risco de desordem alimentar, por isso, é importante estar atento aos primeiros sinais e agir rapidamente”, assegura o responsável Tom Quinn.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER