Mundo

Avó de 95 anos é a mais velha a recuperar de Covid-19 em Itália

A esperança chama-se Alma Clara Corsini, 95 anos, avó, e a mulher mais idosa a recuperar de Covid-19 em Itália. Uma história feliz num país mergulhado nas trevas e que chora mais de seis mil mortes.

Alma Clara Corsini vive em Fanano, uma cidade que faz parte da província de Modena, no norte do país, e foi internada a 5 de março com Covid-19.

Apesar da idade avançada, conseguiu recuperar da doença sem precisar de medicação antiviral.

“Estou bem, estou absolutamente bem”, afirmou à imprensa local. A mulher elogiou e agradeceu todo o trabalho de enfermeiros e médicos que a ajudaram a recuperar. “As pessoas que cuidavam de mim eram maravilhosas”.

Além de ser a mais idosa a recuperar do novo coronavírus em toda a Itália, é também a primeira paciente recuperada em Modena.

Alma é a mulher mais velha a ter alta após ser hospitalizada devido à doença, mas não é caso único. Na malograda região da Lombardia, um homem de 97 anos também recuperou da infeção, após ter sido internado em fevereiro e ter estado nos cuidados intensivos.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW