Mundo

Austrália. Sydney atravessa verão mais quente desde 1939

Temperaturas chegaram aos 47,3 graus na região ocidental da cidade australiana

A zona de Penrith, na cidade australiana de Sydney, atingiu este domingo os 47,3 graus Celsius, a mais alta temperatura ali registada nas últimas oito décadas. O recorde anterior era de 1939, quando se testemunharam 47graus.

As autoridades australianas emitiram diversos alertas para risco de incêndio e foram obrigadas a transportar para o hospital dezenas de pessoas – principalmente sem-abrigo -, afestadas por insolação e desidratação.

O calor deixou quase 7 mil casas da região de Nova Gales do Sul sem eletricidade.

Depois de um dos invernos mais secos dos últimos anos, a Austrália enfrenta um dos verões mais quentes de sempre, depois de em 2017 já terem sido quebrados mais de 200 recordes metereológicos.

Para segunda-feira são esperadas temperaturas igualmente altas, mas existe a possibilidade de ocorrência de chuva no final do dia.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER