Mundo

As medidas tomadas em Nanjing, cidade sem casos de Covid-19

Nanjing, a 600 quilómetros de Wuhan, tem 8,5 milhões de habitantes e zero casos de Covid-19 há mais de 20 dias consecutivos. A cidade esteve em quarentena rigorosa e regressa agora às rotinas diárias mas ainda sob fortes restrições e controlos.

Sem sinal de novas infeções de Covid-19 desde 3 de março, Nanjing é uma cidade que está a regressar à normalidade possível depois do forte impacto da quarentena imposta pela China para travar o novo coronavírus. A população já pode sair à rua mas são constantes os alertas e controlos por parte das autoridades.

Por exemplo, quem percorre as ruas da cidade ouve com frequência uma mensagem de sensibilização, emitida por um drone, para que as pessoas não se juntem na via pública em grupo. E há inúmeras faixas vermelhas afixadas com apelos repetidos: “Não forme grupos“.

Nos transportes públicos, é medida a temperatura antes dos passageiros entrarem e iniciarem a viagem. O mesmo acontece com os clientes quando vão ao supermercado. E com os condutores e todos os ocupantes dos carros que entram nesta cidade, de 8,5 milhões de habitantes.

Quem entra num elevador tem uma caixa de lenços de papel disponível para retirar um lenço e marcar o andar pretendido sem tocar no painel com o dedo – e há um caixote para deitar fora o lenço após a utilização.

No que diz respeito à restauração, as medidas de controlo são exigentes. Num restaurante de fast food há um painel informativo no balcão com indicação, hora a hora, das operações de limpeza e desinfeção do espaço e temperatura dos funcionários, assinado pelo gerente. O pagamento é feito sem qualquer contacto manual, via app no telemóvel. A embalagem da refeição é entregue com uma etiqueta que informa sobre as pessoas envolvidas na preparação e embalamento e a respetiva temperatura corporal dos envolvidos.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW