Mundo

Mais de 15 mil novos casos de covid-19 em Espanha num dia

Mais de 15 mil novos casos de covid-19 em Espanha num dia
Healthcare workers take a break at the Intensive Care Unit (ICU) of the Severo Ochoa University Hospital in Leganes on October 16, 2020. – Spain’s central government has declared a state of emergency in the Madrid region to enforce a partial lockdown in and around the Spanish capital while the wealthy northeastern region of Catalonia on October 14 ordered all bars and restaurants to close for the next 15 days. Spain has become of the pandemic’s hotspots in the European Union, with close to 910,000 registered cases and over 33,000 deaths. (Photo by PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

Espanha registou esta sexta-feira 15.186 novos casos de covid-19 elevando para 936560 o total de infetados no país, naquele que é o pior dia de progressão da pandemia da semana, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Por outro lado, as autoridades contabilizaram mais 222 mortes com a doença nas últimas 24 horas, também o maior aumento diário da semana, passando o total de óbitos para 33 775.

A região de Madrid lidera a lista de novos casos positivos, com 3 175, e um total de 276 790.

Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 1 473 pessoas, das quais 319 em Madrid, 250 na Catalunha e 225 na Andaluzia.

Em todo o país há 11 784 pessoas hospitalizadas com a doença, das quais 1 768 pacientes em unidades de cuidados intensivos.

Na região de Madrid, salões de dança e festas, discotecas e cafés-espetáculo podem funcionar a partir de hoje como restaurantes, bares e cafetarias, com um horário máximo de encerramento à uma hora da manhã nas áreas da comunidade autónoma sem restrições.

O Governo regional de Madrid ordenou o encerramento das discotecas a 19 de agosto último para tentar conter a pandemia.

Por outro lado, nas zonas da região onde há restrições ao movimento das pessoas, como na cidade de Madrid, os locais agora reconvertidos devem fechar o mais tardar às 23 horas.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW