Local

Ontário vai reabrir economia em várias fases

Ontário deve ter uma “redução consistente de duas a quatro semanas no número de novos casos diários de COVID-19” antes que o Governo possa começar a abrandar as restrições e começar a reabrir a economia. Doug Ford disse segunda-feira (27) que a economia vai ser aberta em três fases durante as próximas semanas e meses. O Premier recusou-se a avançar com uma data e sublinhou que a prioridade é a saúde. Cada fase vai durar pelo menos entre duas a quatro semanas e a passagem para a fase seguinte será feita de acordo com as recomendações das autoridades de saúde de Ontário. A redução do número de hospitalizações é outros dos fatores que vai determinar o processo de reabertura económica.

O número de pacientes com COVID-19 em Ontário nos cuidados intensivos e em ventiladores caiu ligeiramente segunda-feira (27). Nesse dia Ontário tinha 424 novos casos de COVID-19, o número mais baixo das últimas semanas. Os lares de idosos continuam a ser a maior preocupação  e na segunda-feira (27) foram reportadas 57 novas mortes relacionadas com lares de idosos.

As escolas da província vão continuar encerradas até 31 de maio. Segundo o ministro da Educação, a decisão foi tomada de acordo com as recomendações das autoridades da saúde. Lecce garantiu que os alunos vão poder terminar o ano letivo e referiu que o Governo já distribuiu 20,000 iPads por estudantes cujas famílias não têm acesso à internet.

Os sindicatos que representam centenas de paramédicos e terapeutas respiratórios de Ontário dizem que estão frustrados porque não foram incluídos no aumento de $4 por hora que a província comunicou no fim de semana para os trabalhadores que estão na linha da frente no combate à pandemia. O aumento salarial é válido por quatro meses e inclui funcionários de hospitais, lares de idosos e instituições prisionais. O Premier Doug Ford diz que esta é a forma que a província encontrou para agradecer o trabalho destes profissionais e que cerca de 350,000 trabalhadores de Ontário se devem qualificar para este aumento salarial.

O autarca de Toronto diz que teve uma discussão preliminar com os funcionários do Toronto Raptors sobre a reabertura duas  suas instalações de treino. Em declarações à CP24, John Tory disse segunda-feira (27)  que tem mantido contacto com o presidente dos Raptors e o General Manager sobre a possível reabertura do espaço para treinos, mas assegura que a decisão final será das autoridades da saúde.

O Premier de Ontário disse terça-feira (28) que o seu Governo vai divulgar no final da semana “diretrizes claras e específicas” para que as empresas saibam como vão operar depois da economia abrir. Doug Ford informou que as diretrizes vão estar disponíveis num portal online e explicou que foram criadas de acordo com as recomendações das autoridades médicas. Confrontado com o facto do Quebec se preparar para abrir as escolas a 19 de maio, Ford sublinhou aos jornalistas que em Ontário ainda não existem condições para abrir as escolas e que fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger as crianças.

Um médico de Toronto está “muito preocupado” com as políticas COVID-19 do TD Bank depois que de lhe terem dito que ele não tinha permissão para entrar na sua filial local. Um professor da Universidade de Toronto e especialista em transplante de órgãos com a University Health Network, contou à CBC que tudo começou quando a sua filha fez uma visita à filial do TD na Avenue Road, no norte de York, na semana passada e o segurança lhe perguntou se ela trabalhava na área da saúde. Um representante do TD Bank disse à CBC que o banco está a controlar a entrada de clientes, mas negou que estavam a proibir a entrada de profissionais de saúde.

Os professores de ensino primário de Ontário retificaram o seu novo acordo com o Governo da província. O acordo é válido para os próximos três anos e 97% dos membros da Elementary Teachers’ Federation of Ontario votaram a favor. O salário dos professores vai aumentar 1% ao ano enquanto que os benefícios vão aumentar 4% ao ano. O acordo inclui também um fundo $89 milhões para apoiar estudantes e para criar 434 novas vagas para professores em áreas como ensino especial, ensino de inglês e iniciativas de apoio à saúde mental.

Toronto vai criar mais espaço nos passeios para pedestres e condutores que trabalham no serviço de entrega de comida ao domicílio. A medida visa garantir o distanciamento físico obrigatório durante a pandemia, explica o presidente da autarquia. O programa vai ser implementado em 10  áreas estratégicas da cidade onde é difícil manter dois metros de distância entre as pessoas e depois vai alargado a outros 100 locais.

Os trabalhadores de serviços essenciais vão ter agora acesso gratuito aos infantários de emergência gratuitas durante a pandemia de COVID-19. O anúncio foi feito pelo Premier de Ontário e inclui trabalhadores da cadeia alimentar, de lares de idosos, supermercados e farmácias. Os militares também vão poder usufruir deste apoio e desde que o serviço foi criado no mês passado 140 infantários já reabriram em toda a província. “Enquanto os nossos funcionários da linha de frente estão a cuidar de nós, precisamos garantir que também cuidamos deles e das suas famílias”, disse Doug Ford na conferência de imprensa desta quarta-feira (29). A província vai abrir mais 37 infantários deste género nos próximos dias e todos os centros vão ser sujeitos a fortes medidas de controlo para garantir a segurança das crianças.

Uma em cada sete pessoas de Ontário que testaram positivo para COVID-19 são profissionais de saúde e a província tem agora uma das taxas de infeção de profissionais de saúde mais elevadas em todo o mundo. Na terça-feira (28), quase 14% dos 15,381 casos de Ontário confirmados eram médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde.

A província estendeu o aumento salarial de $4 por hora para mais profissionais da área da saúde. Paramédicos, enfermeiros de saúde pública, trabalhadores de saúde mental em hospitais e terapeutas respiratórios são agora elegíveis para receber este aumento salarial que o Premier anunciou no fim de semana.

A autarquia de Toronto está a disponibilizar, temporariamente, internet gratuita para alguns moradores com baixos rendimentos, lares de idosos e abrigos. A Bell Canada e a Rogers são dois dos parceiros que cederam os seus serviços a custo zero à autarquia.

Ontário tinha na quarta-feira (29) mais 347 novos casos de COVID-19, foi o primeiro dia com menos de 400 novos casos desde o dia 7 de abril e, pela primeira vez, mais de 60% dos casos totais de COVID-19 foram considerados resolvidos em Ontário.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW