Local

Lares de idosos de Ontário com problemas de higiene e nutrição

O Queens Park emitiu ordens para dois hospitais gerirem temporariamente dois lares de idosos da província. A ordem é válida para 90 dias e os lares em causa são o River Glen Haven Nursing Home em Sutton e o Downsview LTC em North York. Na instituição de Toronto com 252 camas, 52 utentes morreram vítimas de COVID-19 e 66 utentes e 70 funcionários já contraíram o vírus.

O Premier Doug Ford encorajou as pessoas que estiveram no fim de semana no Trinity Bellwoods Park ou noutras concentrações a procurarem um centro de testes à COVID-19 e sublinhou que não vai penalizar a província inteira porque algumas pessoas de Toronto não cumpriram as regras. Ford sublinhou ainda aos jornalistas que vai proteger os inquilinos que não conseguem pagar as rendas comerciais e voltou a lembrar aos proprietários que o Governo Provincial e Federal estão a pagar 50% do valor das rendas. Na segunda-feira (25) cinco grupos empresariais enviaram uma carta aberta ao Premier a pedir que suspenda os despejos comerciais durante a pandemia de COVID-19.  O grupo inclui a Canadian Federation of Independent Business, a Ontario Chamber of Commerce, a Ontario Restaurant Hotel & Motel Association, o Restaurants Canada e o Retail Council of Canada.

O chefe da polícia de Toronto disse que várias multas foram emitidas no Trinity Bellwoods Park no passado sábado (23), depois de várias pessoas terem sido apanhadas a defecar e a urinar nas driveways e nos quintais das casas mais próximas. Milhares de pessoas foram até ao parque no passado sábado (23) e ignoraram as regras de distância física e desobedeceram à ordem de emergência da província que proíbe concentrações de mais de cinco pessoas. Mark Saunders explicou aos jornalistas que a polícia não emitiu multas para quem desrespeitou as regras de distância física e informou que foram emitidas quatro multas por conduta desordeira. A autarquia de Toronto quer agora focar-se mais na educação das pessoas em vez de passar apenas multas e prometeu em breve distribuir casas de banho pelas áreas de acesso público.

Numa entrevista à CP24, o presidente da Câmara Municipal de Toronto pediu desculpas por não usar a máscara adequadamente quando visitou o Trinity Bellwoods Park no passado sábado (23). John Tory disse que puxou a máscara para o queixo porque as pessoas não o conseguiam ouvir, mas lamentou a situação porque compreende que tem que dar o exemplo. O autarca avançou também que em breve mais ruas vão ter ciclovias: ao todo são cerca de 40 km de alcatrão que podem vir a ser reservados para os ciclistas. As áreas vão incluir a Bloor Street West, de Shaw à Runnymede, nas linhas de trânsito de Danforth, University Avenue e Bloor Street, da Avenue à Sherbourne.

O Premier Doug Ford estendeu, terça-feira (26), a intervenção das Forças Armadas do Canadá durante mais um mês em cinco lares de idosos na província de Ontário. Ford disse que a COVID-19 expôs as fragilidades dos lares de idosos que foram ignoradas nas últimas décadas e pediu ajuda ao Governo Federal. Dos 626 lares de Ontário, 150 informaram que tiveram surtos de COVID-19. O novo coronavírus infetou utentes e funcionários destas instituições e no relatório que as Forças Armadas do Canadá divulgaram na segunda-feira (25) são identificados problemas de higiene e de nutrição como presença de fezes em alguns utentes, baratas, comida podre e medicação fora da validade.

Uma onda de calor que envolve grandes áreas de Ontário está a forçar cidades como Toronto a repensar como oferecem alívio à luz de restrições destinadas a conter a propagação do novo coronavírus. Bibliotecas, centros comunitários e piscinas – espaços onde os moradores podem tradicionalmente refrescar-se – permanecem encerrados devido às medidas de saúde relacionadas com a COVID-19. Segundo o Environment Canada as temperaturas subiram acima dos 30°C em algumas áreas de Toronto e a autarquia abriu seis centros de refrigeração de emergência em toda a cidade.

As pessoas que passaram pelo Trinity Bellwoods no passado sábado (23) parecem estar a receber mensagens confusas das autoridades de saúde locais. Enquanto que o Premier Doug Ford incentivou as pessoas a irem fazer o teste à COVID-19, as autoridades de saúde da província e da cidade recomendaram que monitorizem os seus sintomas durante duas semanas e evitem misturar-se com outras pessoas, sobretudo idosos. Ambas as autoridades concordam que é demasiado cedo para fazer o teste, até porque o vírus precisa de tempo para incubação, o que significa que um teste precoce pode conduzir a um falso resultado negativo.

A província de Ontário está preparada para suspender licenças e encerrar lares de idosos se for necessário. O Premier Doug Ford disse quarta-feira (27) que Ontário vai tomar conta da gestão de mais cinco lares de idosos – Eatonville em Etobicoke, Hawthorne Place em North York, Altamont Care Community em Scarborough, Orchard Villa em Pickering e Camilla Care em Mississauga. Os fiscais vão conduzir inspeções surpresa e os relatórios vão ser partilhados com a polícia. Ford está a ser pressionado pela oposição para afastar a ministra do Long-Term Care, mas na quarta-feira (27) o Premier voltou a sublinhar que tem inteira confiança em Merrilee Fullerton.

Ontário estendeu o estado de emergência até 9 de junho devido à COVID-19, o que significa que playgrounds, campos de jogos e piscinas públicas continuam encerrados até novas ordens. Os bares e os restaurantes continuam a estar autorizados apenas takeout e delivery. As concentrações públicas de pessoas continuam reduzidas a cinco pessoas.

Toronto adota círculos de distância social

A autarquia de Toronto pintou na quinta-feira (28) círculos de distância social no Trinity Bellwoods Park para diminuir o risco de contágio de COVID-19 na cidade. Se a iniciativa for eficaz a autarquia pretende fazer o mesmo noutros parques de Toronto. Os círculos de distância social, como são conhecidos, foram pintados na relva de vários parques de cidades dos EUA, como por exemplo o Dolores Park em São Francisco e o Brooklyn’s Domino Park em Nova Iorque.

A medida surge depois de no último fim de semana cerca de 10,000 pessoas terem passado pelo parque e não terem cumprido a regra de distância física.

Toronto revelou informações geográficas detalhadas sobre a disseminação do novo coronavírus e acredita que a informação agora disponibilizada vai ajudar a autarquia no combate à COVID-19. Os dados mostram que a cidade registou a maior concentração de casos de COVID-19 no noroeste e nordeste de Toronto, mais concretamente no norte de Etobicoke, partes de North York e norte de Scarborough. As áreas com população carenciada, desemprego e dificuldades no acesso à habitação são as áreas que registam mais casos de COVID-19 em Toronto.

Dentistas autorizados a reabrir em Ontário

Ontário está a permitir que mais de duas dúzias de prestadores de serviços de saúde, incluindo dentistas e massagistas, voltem ao trabalho imediatamente quando as diretrizes de saúde e segurança estiverem em vigor. Dentistas, optometristas, massoterapeutas, quiropráticos, fisioterapeutas, psicólogos e nutricionistas são algumas das profissões incluídas na lista divulgada esta quarta-feira (27).

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW