Comunidade

Toronto Public Library bate record em e-books

A Toronto Public Library (TPL) é a primeira livraria do mundo a emprestar 20,000,000 de e-books.

A TPL foi fundada em 1810. Os primeiros livros em francês e alemão chegaram em 1885 e para acompanhar as necessidades da nova vaga de imigrantes, alguns deles oriundos da Europa, em 1900 a livraria pública de Toronto adquiriu livros em espanhol e italiano.

José Saramago é um dos autores portugueses que pode encontrar naquela que é a maior rede de bibliotecas públicas da América do Norte que é visitada anualmente por cerca de 18,000,000 de pessoas.

Os livros mais emprestados pela biblioteca são “The Girl on the Train”de Paula Hawkins; “The Goldfinch” de Donna Tartt; “Gone Girl” de Gillian Flynn; “The Cuckoo’s Calling” de Joanne K. Rowling e “You are a Badass” de Jen Sincero.

Maria Cipriano, especialista sénior em coleções da biblioteca e responsável pelos e-books na TPL, esteve à conversa com Telma Pinguelo no programa “Camões em Toronto”.

 

 

Camões Radio: Quando é que surgiu a ideia dos e-books?

Maria Cipriano: Começámos em 2007 com uma coleção de livros muito pequena. Não eram os melhores livros, contudo ao longo destes anos tivemos acesso a livros bons e temos alguns dos best sellers que vocês vêem nos jornais. Também temos livros de economia, mais vocacionados para a escola. Agora toda a gente tem telemóveis, tablets, e-readers, computadores. Em Toronto as pessoas lêem muito e podes ter acesso aos livros sete dias por semana e 24 horas por dia. É muito fácil e muito conveniente para as pessoas. Para aceder à coleção de livros da Toronto Public Library (TPL) basta ter um cartão de biblioteca. Podem estar em qualquer cidade ou capital como Lisboa e desde que tenham wifi podem fazer o download do áudio de um livro ou de um e-book da TPL. Temos uma grande coleção com mais de 200 mil títulos, mas este ano vamos ter mais de 6 mil títulos.

CR: Há dez anos os e-books não eram assim tão populares.

MC: As pessoas não percebem que os e-books são muito mais acessíveis, sobretudo se somos mais velhos. Também temos uma grande coleção de audiolivros para quem prefere ouvir em vez de ler. Contratamos actores profissionais para ler. Em setembro podem encontrar-me na Universidade de Toronto onde digo aos alunos que podem encontrar e-books na TPL. Podes ter uma grande coleção de livros, mas se ninguém souber da sua existência isso não é bom.

 

CR: 20 milhões de e-books são muitos livros. Que tipo de livros é que a coleção inclui?

MC: Temos ficção e não ficção, mas as mais populares são literatura e mistério, como o Harry Potter por exemplo. E também temos clássicos e livros em português.

 

CR: Também têm e-books noutras línguas?

MC: Temos em chinês, espanhol e russo. Quando viajo reparo que estes livros são muito caros. Por isso é uma grande oportunidade poder ter acesso a eles numa biblioteca. Estes livros são para pessoas que são nativas ou para pessoas que estão a tentar aprender português. Temos obras do português José Saramago e do brasileiro Paulo Coelho.

CR: Como é que funciona o processo de empréstimo de um e-book?

MC: Em primeiro lugar têm de ter um cartão da biblioteca, depois têm de ter acesso à internet, em casa ou num local público. Se utilizam regularmente telemóvel ou i-pad podem adquirir uma app gratuita. Na nossa página basta escrever o número do vosso cartão e em poucos segundos podem começar a ler um livro. É muito fácil, qualquer um pode fazê-lo.

 

CR: Quais são os prós e os contras de adquirir um e-book?

MC: Se terminares de ler um livro às 2 da manhã e quiseres ler outro podes fazê-lo em 30 segundos. Os livros impressos se forem devolvidos tarde à biblioteca o leitor tem de pagar uma multa à biblioteca. Com o e-book é diferente, ao fim de três semanas acaba por desaparecer da tua área de utilizador. Para além disso os livros impressos são mais pesados, é mais fácil se os tivermos no telemóvel ou no i-pad. Quando viajamos também é muito mais fácil de transportar, podes levar 100 livros no telemóvel ou no i-pad. Mas apesar de todas estas vantagens ainda há quem prefira um livro impresso.

CR: Quias são os livros mais populares agora?

MC: O que quer que seja que está na lista de bestsellers, Trump está na moda. Temos lista de espera para os livros sobre Donald Trump. A literatura canadiana também é muito procurada pelos nossos leitores. Os clássicos estão sempre em lista de espera. “O Alquimista” do Paulo Coelho também nunca está disponível.

CR: É fácil copiar e-books?

MC: Não me parece que seja assim tão fácil roubar os direitos de autor. Mesmo antes de haver e-books já era difícil. Claro que a segurança é um assunto sério, mas não são os e-books das bibliotecas que são copiados.

CR: As pessoas deveriam ler mais?

MC: Não só ler, as bibliotecas são pólos importantes de cultura. Temos livros, dvd’s e música de todo o mundo. Temos quase 200 álbuns de música portuguesa online num dos nossos servidores.  Amália Rodrigues, Ana Moura e David Fonseca. Mas também temos `brasileiros, por exemplo, João Gilberto.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW