Comunidade

Portuguese Kids As gargalhadas andaram à solta na Casa dos Açores

Para quem é imigrante, ou filho de imigrantes, e cresce num seio familiar português, com certeza que se identifica com os Portuguese Kids! O exagero ligado à realidade, de uma forma muito divertida. As expressões usadas, o inglês misturado com o português e vice-versa, a pronúncia – tudo! Tudo aquilo que nos transporta para o mundo daqueles que cresceram portugueses, a viver longe de Portugal.

This slideshow requires JavaScript.

Portuguese Housewives é o nome do espetáculo que o grupo trouxe a Toronto este ano e a Casa dos Açores adorou!

Numa sala cheia, Suzanne Cunha, presidente do clube açoriano, mostrava-se feliz por receber estas “donas de casa” – um espetáculo que esgotou em duas semanas e por isso marcaram duas datas de apresentação. “Eles começaram por fazer peças pequenas, depois tiveram um espetáculo que era o Portuguese Weddings, agora estão a fazer o Housewives que é uma paródia aos programas de televisão Housewives of New Jersey, Housewives of Texas… portanto, vão imitar esses programas com as suas piadas e os seus desafios. Temos aqui hoje 284 pessoas. Ao princípio não sabíamos que íamos ter assim tanto pessoal, mas quando começámos a venda dos bilhetes, praticamente em duas semanas, este espetáculo ficou esgotado.”   

Há 15 anos juntos em palco, os Portuguese Kids fazem destas atuações o seu trabalho a tempo inteiro. Com uma dedicação a 100% a este projeto, são eles que criam tudo – desde os textos, à encenação, ensaios com outros atores com quem possam contracenar, à parte técnica de luz e som – tudo é feito pelos Portuguese Kids, como confirmou à nossa reportagem Alberto Sardinha, um dos três Portuguese Kids – “Qualquer coisa que tenha que ser feito para o nosso grupo, nós é que fazemos. Nós somos homens portugueses tradicionais, não gostamos de pagar a ninguém para fazer o trabalho. Somos autossuficientes. (risos)”

De barbas feitas, com maquilhagem nos rostos e vestidos apropriadamente, estes rapazes portugueses viraram três donas de casa que, no palco da Casa dos Açores, reproduziram cenas que são, no mínimo, familiares a muitos dos que fizeram questão de estar presentes.

E as gargalhadas não se fizeram esperar.

Suzanne Cunha aproveitou a conversa com a nossa equipa de reportagem para agradecer a todos os que têm participado nas iniciativas promovidas pelo clube a que preside. A adesão da comunidade tem suplantado as expetativas e dá força para se continuar a trabalhar. A presidente desta instituição açoriana lembrou que é já amanhã, sábado, dia 6 de abril, que vai acontecer, na Casa dos Açores, a 4ª festa do Divino Espírito Santo, com um jantar de Chicharro.

Catarina Balça


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close