ComunidadeHome

Luso Life – a sua nova revista


Uma publicação “fresca, atual e informativa”

Chegámos a dominar o mundo e hoje estamos dispersos pelos quatro cantos do planeta. Os portugueses adaptaram-se a novas culturas e a outras formas de estar, mas preservaram sempre a sua. No Canadá, desde Ontário até à Colúmbia Britânica, não foi exceção. Em épocas conturbadas, o Canadá continua a mostrar ao mundo que a multiculturalidade não é um mito e prova disso são os vários bairros que sobrevivem no país. O Little Portugal não é apenas uma área geográfica, está presente em cada português e encurta as saudades do país dos 3 F’s – Futebol, Fado eFátima.

A primeira vaga de imigração para o Canadá foi nos anos 50. Os primeiros homens trabalhavam em quintas e em caminhos de ferro e tinham pouca escolaridade. Desde aí que muita coisa mudou, os portugueses foram para a escola e aprenderam o inglês. Hoje alguns ocupam posições de destaque na sociedade canadiana desde a banca à inteligência artificial.

Para abraçar tudo isto, a MDC Media Group decidiu criar a Luso Life, uma revista trimestral, em português e em inglês, que vai ser distribuída na Área Metropolitana deToronto.  Esta semana o Milénio Stadium traz-lhe uma entrevista com o diretor Vince Nigro.

Milénio Stadium: Como é que chegaram ao nome Luso Life?

Vince Nigro: Quando reunimos tínhamos muitas propostas, mas esta acabou por ser a que fazia mais sentido. A Luso Life, mais conhecida por LL, faz jus àquilo que pretendemos. É óbvio que vai ser em português, mas também vamos ter algum conteúdo em inglês.

MS: Como é a cultura portuguesa aqui no Canadá, em Toronto?

VN: Acho que os portugueses, tal como qualquer outro grupo étnico, mantêm as suas raízes quando imigram. Quando vens para o Canadá ou os EUA queres manter a tua tradição, mas ao mesmo tempo estás num país novo com um estilo de vida diferente. Há coisas novas para descobrir e às vezes elas misturam-se bem, outras vezes nem tanto. O que esta revista faz é tentar estabelecer essa ligação. As comunidades estão sempre a mudar – a primeira geração portuguesa não é igual à terceira. A Luso Life pode ser uma extensão para manter esse envolvimento nas suas próprias comunidades através do estilo de vida, das tradições, da comida e da cultura.

MS: Com que regularidade é que a revista vai ser publicada?

VN: A revista vai ser trimestral e vai ser distribuída na GTA. Não é feita com mais regularidade porque queremos que seja uma revista bem pensada e de grande qualidade. Na maioria dos casos podes ver uma revista em 5 minutos ou numa hora.  Esta revista tem bom conteúdo, o que significa que podes sempre voltar a lê-la em qualquer altura. As histórias que colocámos na 1.ª edição e as que vamos colocar nas próximas são histórias de referência. Para já vai ser publicada a cada 3 meses, mas no futuro pode mudar.

Não posso desvendar muito, mas nas próximas edições vamos abordar assuntos diferentes, pouco conhecidos da maioria do público. Vai ser ainda melhor do que a 1.ª edição(risos).

MS: Não existe nada igual no mercado?

VN: Estou envolvido na comunidade portuguesa há muitos anos e já vi pequenas revistas, mas na maioria dos casos têm muitas fotografias e pouco texto. Queremos mostrar a cultura portuguesa e o dinamismo dos nossos líderes. Os portugueses dão cartas em muitas áreas aqui no Canadá. Na 1.ª edição falámos sobre a cultura do café que existe aqui em Toronto, é uma história extraordinária. Eu sou suspeito, mas acredito que a Luso Life coloca a nossa comunidade num outro nível. É um projeto que nos enche de orgulho e que deve deixar os portugueses satisfeitos.Somos uma comunidade que se soube integrar neste país e na nossa revista damos exemplos concretos disso. Além do mais como estamos no Canadá temos de acompanhar o que se passa cá, manter as nossas raízes, mas em simultâneo estar integrados.A Luso Life é uma das ferramentas para esse processo.

MS: Cresceste em Toronto e contactaste de perto com outras culturas que hoje perderam vitalidade. Como é que vês a comunidade portuguesa no meio de tantas outras?

VN: Acho que a comunidade portuguesa e a italiana, na qual tenho as minhas raízes, enfrentam problemas semelhantes aos polacos, aos latinos ou aos chineses. No meu ponto de vista a comunidade portuguesa está finalmente a ser reconhecida e eles ajudam-se muito uns aos outros. Antigamente era diferente, quando alguém era bem-sucedido não havia tendência para ajudar os outros. Isso vê-se na nossa capa dos “25influentes”, pessoas que nos últimos dez anos se destacaram na comunidade e que atingiram o topo nas mais diversas áreas.

Veja-se o caso doMagellan Seniors Home, um projeto semelhante ao Columbus Centre que foi criado pela comunidade italiana e que pretende dar melhores cuidados e tratamentos aos idosos portugueses. É apenas um exemplo da vitalidade da comunidade portuguesa neste país.

MS: Imagino que não tenha sido fácil nem consensual selecionar 25 personalidades…  Recordo-me agora doAndrew Arruda, um jovem que já foi distinguido pela Time que está a revolucionar o mundo através da inteligência artificial.

VN: Só quisemos criar debate, esse é o grande objectivo. E surpreende-me que alguns leitores nunca tenham ouvido falar de alguns destes nomes. Mencionaste o Andrew Arruda que tem um currículo fenomenal. Ele foi um dos luso-canadianos distinguidos este verão pelo Portuguese Canadian Walk of Fame. Eu faço parte do comité de seleção e o trabalho dele é incrível. Ele é só um exemplo entre muitos que precisamos dedar a conhecer. A Luso Life quer pretende também que eles se envolvam mais coma comunidade portuguesa, pode funcionar como um empurrão. Também temos outros jovens, como o John Tavares que joga no Maple Leafs e a Chiara Picão que está a lutar pela igualdade e por um mundo melhor.

MS: A revista pretende criar debate público?

VN: Esta revista é apoiada pelo empresário Manuel DaCosta, ele é um visionário e preocupa-se muito com a qualidade da informação a que a comunidade é exposta. Todas as plataformas do grupo – Camões Radio; Camões TV e Milénio Stadium– visam ajudar a criar debate público na comunidade portuguesa. A Luso Life é um novo canal com uma equipa jovem e dinâmica que quer fazer diferente. É uma revista fresca, atual e informativa.

Redes Sociais - Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close