Comunidade

Lisa Raitt visitou Peach Gallery

Segundo uma sondagem encomendada pelo The Globe and Mail, a maioria dos canadianos diz que um governo com ética e a economia vão influenciar o seu voto nas eleições federais de outubro. Lisa Raitt, deputada líder da oposição, visitou na semana passada a Peach Gallery onde discursou para uma plateia de bancários.
“Estamos aqui numa galeria de arte e estou a falar com bancários, mas lá fora as pessoas que estão a passar na rua sabem exatamente quais são as suas preocupações. Essas são as pessoas que represento e isso é o que me mantém na política”, disse Lisa Raitt ao Milénio Stadium.

As últimas sondagens dão a vitória ao Partido Conservador que lidera a corrida com 35,3% dos votos. “Acho que é tempo de mudarmos, acho que o Sr. Trudeau fez muitas promessas em 2015 e agora muitos canadianos estão preocupados com o que poderá acontecer se ele ficar no governo mais quatro anos. Estamos aqui para dizer que olhamos por todas as pessoas e não apenas por aquelas que andam em jatos privados”, avançou.

Com a taxa de desemprego mais baixa dos últimos 43 anos, os conservadores reconhecem que a economia canadiana está forte, mas defendem que as negociações do NAFTA podiam ter sido diferentes.

“As pessoas têm trabalhos, mas têm medo de arriscar e encontrar um trabalho ainda melhor. Quando estou em Milton, na minha cidade natal, falo com as pessoas porta-a-porta e é o que ouço. Acho que no aço e no alumínio podíamos ter feito melhor [NAFTA], mas acredito que este acordo é melhor do que nada. Precisamos de ter um acordo com os EUA porque a nossa economia depende muito dessa estabilidade”, referiu.

Recentemente a deputada líder da oposição foi bombardeada com críticas no Twitter e aprendeu uma lição sobre alterações climatéricas. “Partilhei um artigo de opinião que o Ross McKitrick publicou no National Post que citava Roger Pielke, investigador na Universidade do Colorado, que dizia que não está provado que as alterações climatéricas estão relacionadas com a maioria dos indicadores de tempo extremo. É um tópico sobre o qual não estou devidamente informada, mas quero deixar claro que concordo com a necessidade de reduzir as emissões climatéricas”, sublinhou.

Joana Leal

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close