Comunidade

Iconografia e Pop Art invadem Galeria Almada Negreiros

A Galeria Almada Negreiros, na University Avenue, inaugurou ao público a exposição “Jovens artistas da comunidade portuguesa”. A mostra vai da iconografia até à pop art e está patente ao público até 10 de março.
Carla Antunes é uma artista plástica com formação em Design Gráfico que se deixou encantar cedo pela pintura. “Antes de começar a licenciatura estudei ilustração gráfica e foi aí que descobri que gostava de misturar gráfico com ilustração. Nestas obras retrato iconografia portuguesa, de uma forma mais ilustrativa com textura e relevo, ou seja, que provoque um pouco de sensação e de movimento que poderá ser interpretado pelo público de diferentes formas. Os quadros foram criados para o Pavilhão Português do Carassauga e têm muitas referências a Lisboa, a Aveiro e a Viana. Queria agradecer ao Consulado de Portugal, ao meu marido e ao PCCM por ter emprestado algumas obras para poder fazer esta exposição”, informou ao nosso jornal.

Carla já expôs na Casa das Beiras de Toronto e no Clube Português de Mississauga. O seu grande sonho é que as suas obras cheguem ao mobiliário. “Gostava de fazer grandes impressões em tela e adaptá-las a peças de mobiliário, como por exemplo sofás. É um projeto que para já está na gaveta porque vou ainda não encontrei patrocinadores”, avançou.

Daniel Ramalho nasceu em Portugal, mas veio para o Canadá com três anos. O encanto pelas artes surgiu cedo e foi sempre apoiado pelos pais. “Quando era pequeno gostava muito de pintar e tive a sorte de os meus pais me incentivarem. Eu gosto de misturar Pop Art com Autorretrato, realidade com cartoons, se quiserem. Cresci com música dentro de casa, a minha mãe ouvia muito os discos da Amália Rodrigues e mais tarde descobri o António Variações e fiquei fã, então achei que era interessante pintá-lo. O meu cabelo cor-de-rosa foi só uma experiência (risos).”, referiu.

Daniel já expôs na Peach Gallery e o seu grande sonho é viver da pintura a tempo inteiro. “Eu sei que a arte é um mercado difícil, mas gostava de fazer mais exposições e o meu grande sonho é viver da pintura a tempo inteiro”, disse.

O Consulado de Portugal garante que o espaço está sempre disponível para novos artistas e durante a exposição algumas das obras acabaram por ser compradas. “Esta ideia surgiu quando cheguei a Toronto e fui introduzido à comunidade portuguesa. Alguém me disse que deveríamos fazer uma exposição com jovens talentos da nossa comunidade e quando tive a oportunidade foi exatamente isso que fiz. A ideia é repetir esta iniciativa com outros jovens, basta enviarem um e-mail para o Consulado. Ambos aceitam encomendas e por isso seria bom se as empresas portuguesas comprassem estas obras”, avançou o Cônsul-Geral de Portugal em Toronto, Rui Gomes.
Jorge Mouselo, vice-presidente do Clube Português de Mississauga (PCCM), comprou mais duas obras para o Clube. “Eu gosto muito de pintura e acho que é importante apoiar estes jovens para não deixar morrer as nossas tradições e a nossa cultura. Já tinha comprado ao Daniel o quadro da Amália e depois ofereci-o ao clube. A Carla já participou no nosso Carassauga e este ano vai voltar a participar”, referiu.

O Milénio Stadium sabe que o PCCM vai organizar um evento dedicado à cultura portuguesa na Câmara Municipal de Mississauga e que em breve vai tentar entrar para o Guinness World Records.

Anabela TaBorda, chair da Little Portugal BIA, também marcou presença na exposição e anunciou que em breve o Little Portugal vai ter uma nova imagem. “No dia 26 de março vamos divulgar a nova imagem do Little Portugal. Temos um novo logotipo e vamos colocá-lo em banners desde a Shaw até à Lansdowne para atualizar a imagem da BIA. Queremos que as pessoas percebam onde estão sem que tenham de ler as placas com os nomes das ruas, mas claro que temos um orçamento limitado. Em 2021 vamos colocar um galo gigante, com 1,90m de altura, 2,80m de comprimento e 1,30m de largura no Little Portugal e a decoração do galo vai ser levada a concurso. Qualquer artista pode participar e depois vamos revelar mais detalhes”, partilhou.

A Galeria Almada Negreiros está localizada junto ao Consulado de Portugal em Toronto e esta exposição pode ser visitada entre as 8H e as 14H.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW