Comunidade

Durante 15 dias: Gil Vicente de Toronto “passeia classe” no relvado do Estádio de Barcelos (Portugal)

Craques de “palmo e meio” estão neste momento a calcar o relvado do estádio do Gil Vicente de Portugal, na cidade de Barcelos. E o que estão lá a fazer? Estão a demonstrar (para quem os quer ver, pois claro!) que quando se trata de “correr atrás da bola”, eles não brincam em serviço. Tratam-se dos pupilos do presidente do Gil Vicente de Toronto, José Carlos Silva, que, com as suas habilidades, desfazem o equívoco segundo o qual, aqui, por estas bandas do hemisfério norte, só há basquetebol, hóquei em patins e gelo. Ora, sob a batuta de José Carlos Silva e com os seus ilustres peitos lusitanos inchados de ufania, os “19 putos da bola” revelam, por A+B, que por cá há, também, futebolistas talentosos e, como diziam os antigos, “habemus” craques…em Toronto!

Dezanove jogadores da Academia do Gil Vicente de Toronto (Canadá), com idades compreendidas entre os 20 e 17 anos, estão neste momento na cidade portuguesa de Barcelos para mostrar o que valem dentro das quatro linhas.

Os “futebolistas-mirins” de Toronto estão a deixar de “queixo caído” os técnicos e treinadores da modalidade que os observam devido à classe e ao talento demonstradas no relvado do estádio do Gil Vicente de Portugal.

Os aficionados de futebol portugueses que têm a oportunidade de assistir ao desfile de talentos dos “futebolistas-mirins” de Toronto estão de boca à banda e esperam que do grupo dos 19 se repesque alguém para reforçar e emprestar o seu saber e técnica ao Gil Vicente de Portugal, tal como aconteceu recentemente com o Rafa.

O talento dos 19 “futebolistas-mirins” tem a impressão digital do presidente do Gil Vicente de Toronto, José Carlos Silva, de seu nome, que, antes do embarque para o “jardim à beira mar plantado” (Portugal), sublinhou, em declarações exclusivas ao Milénio Stadium, que a deslocação da equipa àquele país europeu tinha como propósito um estágio de 15 dias no estádio do Gil Vicente local.

José Carlos Silva disse, igualmente, que os “putos da bola” vão ser minuciosamente observados durante o estágio por técnicos e professores do Gil Vicente de Portugal com o fito de “pescarem” os mais talentosos. “A deslocação do Gil Vicente de Toronto só foi possível devido ao apoio e a colaboração dos jogadores,” salientou.
É caso para dizer: Quem entre os 19 jogadores terá a sorte do Rafa? O futuro, este, encarregar-se-á de responder. Até lá, vamos projetar o melhor, esperando o pior e aceitando de ânimo igual o que Deus (seja ele quem for) quiser!

Jorge Eurico

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close