Comunidade

De 13 de maio a 10 de junho Oshawa declara Mês de Portugal

Um dos eventos oficiais da Semana de Portugal da ACAPO de 2019 é o evento da elevação da bandeira na Câmara Municipal de Oshawa. Desde 2013, que a comunidade portuguesa da região de Durham se junta para comemorar o 13 de maio de 1953 – que celebra o aniversário da imigração portuguesa no Canadá.

Na passada sexta-feira, dia 10 de maio, integrado no programa oficial da Semana de Portugal da ACAPO de 2019, aconteceu a cerimónia do içar da bandeira portuguesa realizada com a colaboração dos dois clubes locais – Northern Portugal Cultural Centre (NPCC) e o Oshawa Portuguese Club (OPC). Entre vários membros da comunidade a assistir, Katia Caramujo (representante da ACAPO), o City Councillor Tito-Dante Marimpietri, John Grey e Rick Kerr, o Mayor Dan Carter que leu a proclamação da cidade que sublinhou a importância da comunidade portuguesa em Oshawa e declarou o período de 13 de maio a 10 de junho como o “Mês de Portugal”.

Após a elevação da bandeira e proclamação, os organizadores de ambos os clubes tiveram a oportunidade de dizer algumas palavras. Vitor Alves, presidente do OPC, agradeceu a todos a sua participação e principalmente àqueles que tornaram este evento um sucesso. David Ganhão, relações públicas do NPCC aproveitou a oportunidade para explicar à multidão como correu o evento e o porquê de, após um ano de intervalo, decidirem içar novamente a bandeira – “António Galvão, um dos pioneiros do NPCC contou-nos histórias daqueles que vieram primeiro para o Canadá e o quão difícil foi a sua vida durante esse período. Ao ouvi-lo falar, eu pensei que seria ótimo gravar as suas histórias para as gerações futuras. Meses mais tarde, encontrei-me com outro pioneiro, António Araújo, que me contou a história da sua chegada a Halifax, embarcado num comboio com centenas de trabalhadores migrantes portugueses e de viagem pelo Canadá onde iam deixando as pessoas pelo caminho. Quando ele e outros dois homens saíram do comboio em Oshawa, não estava lá ninguém para os receber. A polícia foi chamada… e ao invés de acabar a história, o Sr. Araujo, tocou-me gentilmente no rosto e disse-me que se quisesse ouvir o resto da história deveria fazer um filme.”

Estas histórias inspiraram David Ganhão a criar um vídeo (http://northernportugal.org/60th-anniversary-of-portuguese-immigration-to-canada-may-132013) que juntou um painel de pioneiros (António Araujo, Bento Araujo, Francisco Branco, José Manuel Brito, Joaquim Felix, António Galvão e Maria Amélia Sousa) e documentou algumas das suas histórias. Este vídeo levou depois David a encontrar-se com os presidentes dos dois clubes – na altura, Cristina Galrão e Bruno Santos, e com o Councillor Tito-Dante Marimpietri para organizar a elevação da bandeira portuguesa.

Quanto ao porquê de decidirem voltar a realizar a cerimónia do içar da bandeira depois de estar um ano sem o fazer, David afirmou: “No último ano, eu decidi não fazer parte do comité e presumi que alguém o faria, e não pensei muito no assunto. No entanto, isso mudou quando me apercebi que nos últimos anos, perdemos dois dos pioneiros que participaram neste vídeo, mas o que me incomodou mais foi o estado de saúde do Sr. António Galvão, o homem que inspirou tudo isto e que se vê agora atingido com a doença de Alzheimer.”

Presente naquele que é o primeiro evento oficial da Semana de Portugal de 2019, Katia Caramujo, presidente da Comissão Ad-Hoc da ACAPO, mostrou-se particularmente agradada por poder assistir a um momento de tão grande importância para toda a comunidade portuguesa local – “É com muito orgulho que estou aqui hoje a participar no içar da bandeira na Câmara Municipal de Oshawa em representação da ACAPO. Primeiramente, é bom saber que ambos os clubes portugueses de Oshawa se unem para organizar este evento em conjunto. Mas mais importante ainda é o facto da Câmara Municipal de Oshawa perceber a importância da nossa cultura e o impacto que os portugueses tiveram e continuam a ter na cidade de Oshawa. Deixo aqui os meus parabéns ao NPCC e ao OPC por lutarem para manter este reconhecimento fora de Toronto.”

Fiéis à tradição portuguesa, e com a organização de Cristina Galrão, após a cerimónia foram todos convidados para irem ao NPCC conviver. “Eu acredito que este evento é muito importante para a comunidade. É uma oportunidade para que ambos os membros dos clubes se relacionem sob o mesmo teto”, disse Cristina. “Os patrocinadores pagam pela comida e bebidas, para que possamos oferecer gratuitamente à comunidade. É a nossa forma de agradecer aos pioneiros.”

A Bandeira Nacional irá permanecer hasteada junto à Câmara Municipal de Oshawa, até dia 10 de junho, Dia de Portugal.

MS

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close