Comunidade

Davenport assinala legado da cultura negra

Joana Leal

Black History Month
Durante este mês pululam um pouco por toda a cidade as comemorações do legado negro no Canadá. O bairro de Davenport não fugiu à regra e inaugurou esta semana uma exposição de arte que retrata o tema.
Cristina Martins, MPP de Davenport, recebeu jovens de várias escolas de Davenport na cerimónia de abertura da exposição do mês da herança negra. Os pequenos artistas divulgaram o que aprenderam sobre a história negra no Canadá e deram a conhecer algumas das obras que fizeram com o apoio do Clube dos Rapazes e das Raparigas de Dovercourt.
Em declarações ao Milénio Stadium, a deputada defende que continua a fazer todo o sentido relembrar a importância deste legado no país. “A comunidade negra teve um papel fundamental na construção da sociedade canadiana. É indiscutível e acredito que por isso temos a obrigação de relembrar e transmitir às gerações mais novas esta herança. Os jovens são os futuros cidadãos e devem conhecer a influência da comunidade negra neste país”, argumenta.
A exposição retrata, através de várias obras de arte, perfis de afro-americanos e afro-canadianos que foram cruciais na história do Canadá e da América. Foi o caso de Viola Desmond, activista dos direitos civis, natural de Nova Scotia e de Jackie Robinson, jogador de basebol norte-americano.
Na sessão de abertura, os jovens tiveram a oportunidade de abordar um vasto leque de temáticas, nomeadamente história, género, tolerância e diversidade. Para Cristina Martins esta data “assinala e celebra a diversidade de Ontário e do Canadá. Tenho muito orgulho em poder representar a multiculturalidade étnica e cultural deste país”, sublinha.
Ontário proclamou fevereiro como Black History Month em 1993 para marcar o 200.º aniversário de uma lei que proíbe a importação de escravos no Upper Canada. A lei foi introduzida por Jean Augustine, a primeira mulher negra eleita pela Câmara dos Comuns no Canadá. No entanto este é apenas o terceiro ano em que o mês do legado negro teve estatuto oficial. As obras vão estar patentes ao público durante o mês de fevereiro no escritório comunitário localizado na Bloor Street West.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER