Comunidade

Açorianos festejam Espírito Santo

Na Casa dos Açores de Ontário o Divino Espírito Santo (DES) começou com a recitação do terço. Mesmo longe de casa os açorianos não esquecem a terceira pessoa da Santíssima Trindade e as orações continuam a ser feitas em português.

“O altar foi feito por nós e tivemos a ajuda do Sr. Manuel da Ponte que faz parte do Rancho e do Sr. Fernando Pavão. Temos cinco coroas que pretendem homenagear o Sr. Divino Espírito Santo. No canto temos a Nossa Senhora, o branco simboliza a paz, o verde simboliza a tranquilidade e o vermelho o amor”, disse Suzanne Cunha, presidente da Casa dos Açores, ao Milénio Stadium.

Embora tenha nascido no Canadá, Suzanne aprendeu primeiro as orações em português. A pensar nisso, convidou os seus alunos da St Luigi Catholic School para cantar e rezar em português.

Fátima Bento, relações públicas do clube, chegou a ser catequista nos Açores e por cá manteve sempre a fé no DES. “É a fé interior que vem para o exterior, cantamos e rezamos e emocionamo-nos porque nos lembramos dos nossos antepassados, da nossa infância…”, contou emocionada.

A origem do culto é antiga e é nos Açores que tem maior expressão. Na diáspora os costumes mantêm-se com as sopas e com a badofa. “Antes as sopas eram servidas no domingo, mas este ano como a direção é tudo mordomos antecipámos as sopas para o sábado. Assim podemos ir à coroação no domingo, senão passávamos o dia inteiro na cozinha. A badofa são os pulmões da vaca, este ano vou fazer pela primeira vez porque na minha casa ninguém gosta”, explicou Teresa Tavares, voluntária da casa.

Apesar do trabalho, alguns chegam a repetir a experiência da mordomia, é o caso de Cidália Sousa. “O meu pai tinha esse sonho de ser mordomo, mas nós eramos pobres e então quando vim para o Canadá cumpri essa promessa. Já fui três vezes mordoma e é sensação de explicar. Enquanto for viva nunca vou deixar esta tradição e espero que os jovens sigam os nossos passos, referiu à nossa reportagem.

Joana Leal

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close