Comunidade

A minha desilusão com os representantes do Governo de Portugal

Durante a época festiva deparei-me com uma mensagem de final de ano distribuída pelos media locais, escrita por José Luís Carneiro, o Secretário de Estado para as Comunidades de Portugal. Em geral, a essa mensagem faltava conteúdo e, mais uma vez, confirmou a falta de respeito que as autoridades portuguesas demonstram perante a comunidade luso-canadiana. 

Durante mais de 20 e tal anos, tive o privilégio de representar a nossa comunidade através da Aliança dos Clubes e Associações Portuguesas do Ontário, senti-me constantemente desiludido pelos representantes portugueses e pela mera falta de interesse em relação à comunidade que tem sido tão ativa em manter o orgulho da nossa nação como uma prioridade diária constante. 

Razão pela qual, a certo ponto, passei simplesmente a ignorá-los sempre que apareciam nas atividades da Semana de Portugal. Nunca providenciaram assistência, nunca mostraram respeito pelo trabalho desenvolvido pela ACAPO e estavam sempre à espera que fossemos servos de todos os seus desejos. Não no meu turno.

No último mês de maio tivemos a visita do Primeiro-Ministro de Portugal, António Costa. Uma completa desordem e uma perda de tempo. Uma visita tão esperada à qual faltou substância, sem a participação da comunidade, e sem lidarem com aqueles assuntos que são tao importantes para nós. Por exemplo, uma nova legislação na questão da imigração ou simplesmente perceber como, tanto Portugal como o Canadá, podem lidar com o atual tratamento injusto perante grande parte da nossa mão-de-obra que permanece indocumentada. Uma necessidade económica e social que apenas os políticos não conseguem entender. Ou talvez, apenas talvez, eles prefiram não abordar.

De volta ao Ministro Carneiro. Será que ele percebe quem somos e o trabalho que fazemos para incutir nas nossas crianças o orgulho na nossa história admirável e posição no mundo? O Ministro Carneiro, como muitos outros antes dele e muitos dos associados com a diplomacia externa, consulados e embaixadas simplesmente não fazem ideia daquilo que a comunidade luso-canadiana é, necessita ou o que espera dos seus representantes. Em vez disso, eles aparecem esporadicamente quando lhes convém. Digo boa viagem e, da próxima vez que tentem visitar a nossa comunidade, evito-os como eles nos evitaram nos últimos anos.

José M. Eustáquio

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close