Comunidade

36ª Semana Cultural Alentejana: Em Noite Medieval contou-se a História de Portugal!

Na reta final da 36ª Semana Cultural Alentejana, a Casa do Alentejo de Toronto organizou a Feira Medieval, no passado dia 25, com a noite acabar com a apresentação da peça de teatro “Noite de Trovadores” pelo grupo de teatro “O Projeto”.

Este grupo já conta com várias peças e foi iniciado há alguns anos por Sérgio Dias que, recentemente, por questões de saúde, teve que deixar os cargos de encenador e diretor. Ilídio Coito, um dos participantes, contou ao Milénio, que “a Suzanne Diegues é a atual responsável pela encenação e é o esforço dela que nos inspira a ver todas as semanas a ensaiar. Esta noite é uma vitória da Suzanne.”.

Com o salão principal da Casa do Alentejo decorado a rigor, os presentes deixaram-se envolver pelo espírito medieval e da realeza ao qual a noite era dedicada. Nada foi deixado ao acaso… os cadeirões para o Rei e sua Rainha, pratos e talheres a imitar o estilo metálico da época, bandeiras alusivas aos condados, castiçais, gastronomia, música medieval… e assim estavam reunidas as condições para uma noite histórica.

A primeira parte da noite teve a participação das crianças da Escola “Novos Horizontes” com danças medievais e dos adultos a servir de escudeiros do Rei e da Rainha na entrada no salão. Na segunda parte, a representação coube só aos adultos. Cada personagem descreveu a sua identidade, sendo eles todos relacionados à primeira família Real portuguesa. A seleção das personalidades históricas da época foram o resultado duma investigação feita pela Suzanne Diegues, que depois entregou os respetivos papéis ao elenco tendo liberdade de os explorar à sua vontade. Contaram-se, entre crianças e adultos, cerca de 40 elementos. A grande variedade de trajes típicos da época apresentada nesta noite medieval é justificada pelo uso de trajes existentes de outros eventos. Já os mais recentes foram facilmente encontrados em lojas que vendem fantasias para o Halloween e que agora se vão juntar à coleção.
O jantar foi servido pelos voluntários desta casa, também eles vestidos a rigor, depois da coroação do Rei, representado por Carlos de Sousa, presidente executivo da Casa do Alentejo. Este encontrava-se visivelmente satisfeito com o decorrer e o número de pessoas que passaram pela Casa do Alentejo durante o certame. Apesar da tomada de posse da direção ter aconteceido recentemente, limitando o tempo de organização da semana cultural, Carlos de Sousa salientou que mesmo assim “esta Feira Medieval correu da melhor maneira (… ) tem sido uma noite maravilhosa e a escola “Novos Horizontes” fez um trabalho excelente com as crianças e é assim que mantemos a nossa cultura, ao incentivá-las a participar e ensinar um pouco da história de Portugal, como se pode ver aqui durante a noite.

Carlos de Sousa fez questão de deixar agradecimentos aos diretores da Casa do Alentejo pelo empenho na realização deste evento, à Escola “Novos Horizontes”, ao grupo de teatro “O Projeto” e em particular a Suzanne Diegues pela concretização da Feira Medieval.

A noite de fantasia com apontamentos históricos sobre a primeira Família Real Portuguesa finalizou com imagens representativas da época.

Assim se viveu, em pleno séc. XXI, uma parte da história de Portugal em terras do Canadá.

Carmo Monteiro

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close