Local

Autoisolamento

Como muitos dos leitores, estou em casa em autoisolamento. Minha casa é confortável e o meu jardim ganha vida através da minha janela, para que não seja tão ruim. Considerando tudo, tenho muita sorte. Mas muitos outros estão a passar por um momento muito difícil.

Aproveito a oportunidade para reconhecer as informações que me foram fornecidas pela Global Affairs Canada, pela Embaixada do Canadá em Lisboa e em particular pelo deputado federal Peter Fonseca e sua equipa. Enquanto estava em Portugal, na semana passada, tive um momento desafiador para obter um voo de volta ao Canadá. Felizmente, a minha esposa e eu conseguimos voltar no último voo realizado pela TAP no domingo passado (29).

A crise do COVID-19 já está a ter um impacto devastador na saúde de muitos dos nossos concidadãos e nas finanças familiares de milhões de canadianos. Não há dúvida de que este é um momento difícil. Um dos mais difíceis de que me lembro em todos os meus anos.

Os canadianos estão cada vez mais propensos a praticar o distanciamento físico – à medida que a pandemia de Coronavírus continua a espalhar-se, mostram novas pesquisas. Mas, apesar das repetidas advertências graves de líderes políticos e autoridades de saúde pública, muitos, especialmente os mais jovens, ainda estão a reunir-se com amigos e familiares. As pesquisas mais recentes, com uma semana de intervalo, do Innovative Research Group de Toronto, sugerem que cada vez mais canadianos estão a levar a mensagem do distanciamento físico como uma maneira de retardar a propagação do vírus.

Esta empresa de pesquisa também pesquisou a perceção dos entrevistados sobre a economia. Os resultados sugerem que os canadianos são profundamente pessimistas em relação à economia geral, mas menos sobre sua própria situação financeira – sugerindo que a intervenção maciça dos governos para fortalecer as finanças dos canadianos pode estar a afetar as perceções do público.

Cerca de 47% dizem que a sua família enfrentou um impacto financeiro negativo da pandemia e 39% dizem que alguém em sua casa trabalha menos horas ou que perdeu totalmente o trabalho. E 48% dizem acreditar que a economia está a entrar numa recessão “severa”, acima dos 11% anteriores um mês antes e o nível mais alto de todos os tempos no rastreamento da Innovative. Os resultados da pesquisa do Innovative Research Group são de uma amostra online de 2.411 adultos canadianos, de 24 a 26 de março.

Mas nós, canadianos, temos os valores, o impulso e as instituições públicas para lidar e recuperar. Começa com a nossa crença compartilhada de que temos o dever de cuidar um do outro.

Esse “dever um para o outro” é a base dos valores social-democratas que eu e muitos outros defendemos. Os valores que deram origem ao Medicare, Seguro de Emprego, educação pública – de facto, todos os programas públicos que estão a trabalhar para nós e que são tão críticos neste momento.

Muitas vezes, na nossa História, foram momentos de dificuldade coletiva, como a Grande Depressão, que deram origem a novos pensamentos, novas abordagens e um foco renovado em cuidar um do outro.

Esta crise mostra-nos que uma rede de segurança social forte e eficaz é a escolha certa agora e no futuro. Alguns buracos nessa rede estão a surgir rapidamente e precisamos de fechar nas próximas semanas e meses.

Quero agradecer àqueles que nos dão o que precisamos todos os dias, especialmente os profissionais de saúde e também os da linha de frente – como trabalhadores de supermercados, trabalhadores de transportes público – que estão a atender aos espaços críticos que ainda compartilhamos.

Espero que os nossos leitores e as suas famílias estejam bem. Estamos juntos nesta batalha e juntos vamos prevalecer. Os meus melhores votos a todos neste momento.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW