Editorial

Vírus Financeiro – 19

Editorial

À medida que a Terra gira em torno do seu eixo cada 24 horas e se aquece à volta do sol cada 365 dias, os seus moradores andam pela sua superfície plana, com vivências incessantes de medo e coragem.

Março chegou com um prenúncio de desgraça e são milhões os que aceitaram a ideia de que podem ser os próximos a contrair o coronavírus. Para onde quer que nos voltemos, vemos as notícias expor o possível resultado catalítico deste vírus e os seus efeitos na saúde e a nível financeiro. Estas ramificações não são restritas a uma única área e estão a ter um efeito mundial. Então, o que fazer e como deveremos divulgar a quantidade inumerável de informação com que somos bombardeados? A maioria continua a andar por esta Terra normalmente, conscientes das circunstâncias mundiais, mas continuando com as suas vidas de forma normal.

Com a progressão do vírus, como é que o COVID-19 está a afetar os indivíduos financeiramente? Os Governos não têm fornecido informação suficiente sobre a propagação do vírus e as suas consequências económicas no nosso quotidiano. Continuam a aumentar os casos de pessoas infetadas, uma vez que as medidas de prevenção não estão a conter a disseminação do vírus. A nível mundial, cerca de 97,000 pessoas testaram positivo, com cerca de 3,300 mortes que representam um índice de mortalidade de 3.4%. Em comparação, a gripe suína com um índice de infeciosidade maior, matou cerca de 1.5% das pessoas infetadas. A população mais idosa e as pessoas com problemas de saúde têm um risco mais elevado de ficarem gravemente doentes. Cerca de 75% das vítimas mortais eram pessoas com doenças pré-existentes e 80% tinha mais de 60 anos. As crianças não têm sido afetadas. Continuam a ser recomendadas medidas de prevenção, com a prática de uma boa higiene, lavar as mãos frequentemente e/ou usar desinfetante para as mãos. Evitar aqueles que estejam a tossir ou espirrar.

O vírus está a trazer graves consequências para a economia a nível global, mas só serão conhecidos dados mais específicos que mostrem a gravidade do declínio económico daqui a algumas semanas. Os mercados mundiais têm caído consideravelmente e, com eles, os investimentos que você fez perdem valor. O pior prejuízo de uma semana desde 2007-2009. Os especialistas aconselham a não se entrar em pânico e em momentos como este esperar para recuperar, porque em cada queda irá existir uma recuperação. Todos os países com exposição à China vão sentir o enfraquecimento da economia. Ter paciência é essencial para a recuperação económica, incluindo para o declínio que acontecerá no Canadá.

O caso da cerveja Corona é um exemplo do colapso económico. Em 2019, 80% dos americanos tinham uma visão positiva da cerveja e hoje, apenas 50% mantêm essa visão. Este é um exemplo da propagação do medo, onde uma simples associação de palavras pode ter consequências em empresas globais. Com o desacelerar da economia, será anunciada a perda de postos de trabalho, no seguimento de temporárias reduções de quadro de pessoal.

Alguns sugerem que este vírus foi criado propositadamente para beneficiar o mundo corporativo, considerando que a economia global precisava de um ajuste. Estes visionários só veem o mundo a seus pés. As teorias da conspiração apenas alimentam o medo porque não existem dados que apoiem essas declarações. Apenas os indivíduos podem parar este vírus ao assumirem a sua responsabilidade pessoal, tanto a nível físico como financeiro.

in english

Financialvirus – 19

As the earth rotates around its axis every 24 hours and warms itself around the sun every 365 days, its residents walk its flat surfaces experiencing fear and courage almost on a constant basis.

The ideas of March which are a harbinger of doom are here and millions have embraced the fact that they could be next in acquiring the corona virus. Everywhere you turn the churning of news relates the potential of cataclysmic results of this virus and its effects on both health and finances. These ramifications are not restricted to one area and are having an effect worldwide. So, what to do and how do you disseminate the myriad of information coming your way? Most continue to walk this flat Earth in a normal way, not oblivious to the world circumstances, but continuing with their lives in a normal way.

How is the COVID-19 virus affecting individuals financially as the virus progresses? Governments have not provided sufficient information about both the spread of the virus and economic consequences on our daily lives. The reported cases of infected people continues to rise as precautionary measures don’t appear to be slowing down the spread of the virus. About 97,000 people have tested positive globally with about 3,300 deaths representing about 3.4% death rate. Comparatively the swine flu, which was more infectious, killed about 1.5% of the infected people. Older adults and people with underlying health conditions are at increased risk of becoming seriously ill. 75% of the deaths are accounted for by people with pre-existing illness and 80% over the age of 60. Children have not been affected. Protection measures continue to be recommended by practicing good hand hygiene with frequent washing and/or use of hand sanitizer. Avoid those coughing or sneezing.

The virus is starting to take a big toll on the global economy, but more specific data showing the severity of the downturn will only be known in several weeks. The world markets have dropped significantly and with them your investments have lost considerable value. The worst 1-week loss since 2007-2009. Experts suggest not to panic and redeem at times such as these as with every drop there will be a recovery. Every country with exposure to China will feel the slowdown. Patience is key for economic recovery, including the downturn in Canada.

An example of financial meltdowns is Corona beer where in 2019 Americans had an 80% positive view of the beer and it’s now at 50%. This is an example of the spread of fear where even word association can have an effect on global corporations. Loss of jobs through temporary layoffs will be announced as the economy slows down.

Some suggest that this virus was created purposely to benefit the corporate world as the global economy needed an adjustment. These tunnel visionaries only see the world at the bottom of their feet. Conspiracy theories only feed fear because there is no data back-up to support the claims. Only individuals can stop the virus by taking personal responsibility both bodily and financially.

Manuel DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close