Editorial

O Seu Futuro

Editorial

Hoje li o meu horóscopo que sugeria o seguinte: “Precisa de escapar de quem ou daquilo que sente que o está a puxar para trás. É encorajado a largar aquilo que é velho e desatualizado para gerar uma versão melhor de si mesmo.” Isto é uma tarefa bastante complexa, mas curiosamente tem estado nos meus pensamentos nos últimos tempos. Na minha idade, o que é que podemos mudar quando é difícil desfazermo-nos de velhos hábitos?

Os homens chegam a uma certa idade, digamos que depois dos 60, e parecem querer regressar aos seus 20 anos através da compra de uma mota, de um carro desportivo ou do romance com namoradas mais jovens. O medo de ficar mais velho leva ao pânico de muitas pessoas e inicia um processo de avaliação que cega as nossas sensibilidades em relação às realidades da vida. Então, atualmente qual é a melhor versão de nós mesmos? Esta semana, a edição do Milénio Stadium questiona a forma como você se vê, como vê a sua vida e a habitabilidade num mundo pós pandemia. Estamos a planear mudanças suficientes para abranger novas realidades ou vamos ignorar este fenómeno sem precedentes que nos rodeia?

O isolamento a que fomos sujeitos, providenciou uma oportunidade para refletir no tipo de pessoas e oportunidades da sua vida. Enquanto as pessoas (amigos) lhe dão condicionamento social para preencher certas necessidades, muitos são uma componente negativa na nossa vida, o que se reflete na nossa saúde mental, por isso desprender do que é velho e ultrapassado deve ser um dos principais elementos nos nossos futuros. Refletir sobre quem e o que é importante na sua vida deve ser uma prioridade a ser implementada sem culpa, e isso inclui os seus parceiros.

A realidade do mundo atual sugere que as nossas vidas irão mudar demográfica e socialmente, quer gostemos ou não. Em abril, perderam-se 2 milhões de postos de trabalho ou 15% da força de trabalho. Esta é apenas a ponta do icebergue e a maioria dos países estarão economicamente devastados. Devido a condições semelhantes, hoje a realidade oferece um futuro de incerteza para muitos. E assim, como está a planear o seu novo futuro com vista à reconstrução dentro de um novo mundo?

A realidade é que a vida não permite que o mundo pare e o futuro não irá mudar as realidades atuais:

No Canadá, nove mulheres e meninas foram vítimas de homicídios domésticos nos últimos dois meses. A violência irá mudar?

Quem é o porta-voz do Canadá? Conseguiremos sobreviver com a fraca liderança do Governo canadiano e das províncias? O conhecimento convencional diria que crises internacionais fortalecem o poder dos governos. Será que isso irá acontecer no Canadá?

Conseguirá sobreviver a esta pandemia económica e mentalmente? E se não conseguir, está a preparar-se para as consequências inevitáveis?

É difícil relembrarmo-nos de como as coisas eram antes do tempo congelar. 2020 tem sido um ano de inferno, então como é que tornamos as nossas vidas melhores no meio do caos em que este mundo se transformou? A nossa liberdade física e mental está dependente das decisões que fazemos agora. Tendo em conta que as escolhas feitas irão afetar a nossa sobrevivência no futuro.

Pense nisso e não permita que ninguém visualize a sua vida por si.


in english

The Future of You

Read my horoscope today which suggested the following: “You need to escape from whoever or whatever you feel is holding you back. You are encouraged to junk what is old and outdated and upgrade to a better version of your current self”. This is quite a task but interestingly enough it has been top of mind for a little while. At my age what can you change when old habits are hard to shake?

Men reach a certain age, say over 60, and they appear to want to return to their 20’s by purchasing a motorcycle, sports car or date young girlfriends. The fear of turning old panics many people and initiates a process of evaluation blinding our sensibilities to the realities of life. So, what is a better version of our current selves? This week’s Milenio Stadium asks the question of how you see yourself, your life and livability within a world post pandemic. Are we planning sufficient changes to encompass new realities, or will we ignore the unique phenomena surrounding us?

Isolation which we have been subjected to, has provided an opportunity to reflect on the type of people and commodities in your life. While people (friends) give you social conditioning that fulfills certain needs, many are a negative component in our lives, which affect our mental health, thus junking what is old and outdated should be a priority to be implemented without guilt, and that includes your partners.

The reality of the current world suggests that demographically and socially our lives will change whether we like it or not. In April, 2 million jobs or 15% of the work force were lost. This is the tip of the iceberg and most countries will be economically devasted. Due to similar conditions, current reality offers a future filled with uncertainty for many. So how are you planning your new future with a view of rebuilding within a new world?

Realities are that life doesn’t allow the world to stop and the future will not change current realities:

Nine women and girls across Canada have been killed in domestic homicides in the last two months. Will violence change?

Who speaks for Canada? Can we survive with the weak leadership governing Canada and the provinces? Conventional wisdom would suggest that international crisis should strengthen the power of governments. Will that happen in Canada?

Can you survive this pandemic financially or emotionally and if you can’t, are you planning for the inevitable consequences?

It’s difficult to remember what it was like before time froze. 2020 has been a year from hell so far, so how do we make our lives better in the middle of the chaos the world has become? Our physical and mental freedom is dependent on the decisions we make now as the choices made will affect our survival in the future.

Think about it and don’t allow anyone to envision life for you.

Manuel DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close