Editorial

O Grande Autocarro Amarelo

A 3 de setembro de 2019, 18,000 autocarros escolares irão percorrer a província, transportando milhares de estudantes e com eles, as várias expectativas de um novo ano.

Em Ontário, existem aproximadamente 2,000,000 estudantes inscritos no ensino primário e secundário. A educação destas crianças tem um custo anual de 29 biliões de dólares para a província. O custo médio para educar cada estudante é de $14,500, sem incluir os custos auxiliares como transporte, refeições e atividades extracurriculares.

Em Ontário, a educação financiada publicamente é administrada pelos conselhos escolares, do seguinte modo: 31 escolas públicas inglesas, 29 escolas católicas inglesas, 4 escolas públicas francesas e 8 escolas católicas francesas.

Cerca de 8% das crianças estão inscritas em escolas privadas, o que, no Canadá, gera um valor anual aproximado de 70 biliões de dólares.

Desde os cinco anos, as crianças podem frequentar a pré-escola. O sistema escolar muda de província para província, devido à autonomia provincial nos assuntos culturais e pedagógicos. As escolas primárias e secundárias são gratuitas para todos os alunos.

British Columbia, Ontário e Alberta são as melhores em termos de educação no Canadá, estando Ontário no topo, talvez devido ao nível de educação em Ottawa onde aqueles que têm os melhores desempenhos trabalham na House of Commons e por Toronto ser considerado o centro do universo.

A educação é a fundação para a sobrevivência num mundo em constante mudança e assim sendo, a responsabilidade que os educadores assumem no desenvolvimento das mentes jovens, o que deve transcender as aspirações pessoais dos professores e políticos associados. Não há dúvida que aqueles que escolhem o caminho de educadores são na sua maioria dedicados à sua vocação e assumem uma responsabilidade social. Deve-se assumir que os educadores não se juntam ao sistema pelas férias generosas ou planos de reforma ultrajantes, que parecem nunca satisfazer os líderes gananciosos dos sindicatos que têm de justificar as suas posições duradoras dentro de sistemas financiados pelo governo.

Existe uma desconfiança enraizada entre o conselho do governo e os sindicados, agravado pelo apetite insaciável por mais fundos, que está a destruir um sistema educacional considerado o melhor no Canadá. Como é que os alunos podem começar o ano letivo em setembro com os sindicatos a ameaçarem com negociações de greves sem terem consideração pelos estudantes e pelos pais? É  vergonhoso e, sendo assim, os professores deveriam ser legislados para se tornarem como serviços essenciais e para que a possibilidade de greve seja removida. Vamos extrair os métodos sem escrúpulos utilizados pelos sindicatos e conselhos que desperdiçam os dólares dos nossos impostos.

O regresso à escola é uma época de nervosismo para todos os estudantes e professores. Hoje, os professores e alunos estão entranhados num sistema onde é palpável o medo que sentem um pelo outro e os professores têm medo de ensinar.

A desigualdade social, a violência de gangs, as redes sociais e a promiscuidade sexual tornaram-se a norma nas escolas, e sem solução à vista, o que levanta a questão “Onde estão os pais no sistema de educação? É suficiente deixar a educação das nossas crianças a indivíduos que se sentam em frente a uma turma cheia de estudantes amedrontados?” Claramente, os pais têm um papel de responsabilidade a desempenhar.

À medida que o grande autocarro amarelo avança, repleto de caras expectantes e olhos nervosos fixados nas janelas, desacelere e veja o futuro do nosso país. Afinal de contas, a educação é uma responsabilidade de todos.

Manuel DaCosta

Big Yellow Bus

On September 3rd, 2019, 18,000 school buses will roll across this province carrying thousands of students and with them all the expectations of a brand new year.

In Ontario, there are approximately 2,000,000 students enrolled in elementary and secondary education costing the province about 29 billion dollars per year to educate these children.  The average cost to educate each student is $ 14,500.00 not counting ancillary costs such as busing, meals and extra-curricular activities. 

In Ontario, publicly funded education is administered by school boards as follows:  31 English Public, 29 English Catholic, 4 French Public and 8 French Catholic.

About 8% of children are enrolled in private schools, which could be worth as much as $70 billion annually in Canada.

From the age of five, kids can attend Kindergarten.  Due to provincial autonomy in cultural and educational matters, school systems change from province to province.  Elementary and secondary schools are free of charge to students.

British Columbia, Ontario and Alberta are the top performers in education in Canada, Ontario being the top province, perhaps because of the level of education in Ottawa where all the top performers work in the House of Commons and Toronto considered to be the center of the Universe.

Education is the foundation for survival in an ever changing world and therefore the responsibility that educators assume in the development of young minds should transcend the personal aspiration of teachers and associated politics.  There is no doubt that those who choose the educator path are for the most part dedicated to their calling and assume a special responsibility.  It must be assumed that educators do not join the system for generous vacations and outrageous pension plans which never appear to satisfy the appetence of greedy union leaders who have to justify their enduring positions within government funded systems.

Deep rooted distrust between government boards and unions combined with the insatiable appetite for more funds by all is destroying an education system considered to be the best in Canada.  How can a student start the year in September with the unions threatening to strike negotiations without considering students and parents is shameful and therefore teachers should be legislated to become an essential service and the ability to strike removed.  Let’s remove the unscrupulous methods used by unions and boards from wasting our tax payers’ dollars. 

Returning to school is a nervous time for every student and teacher.  Today’s teachers and students have become entrenched in a system where fear from each other is palpable and teachers are afraid to teach.

Social inequality, violence gangs, social media and sexual promiscuity have become the norm in schools without a solution in sight, which begs the questions “Where are the parents in the education system?  Is it enough to leave the education of our children to individuals who stand in front of full classrooms fearful of their students?” Clearly parents have a responsible role to play.

As the big yellow bus goes by, full of expectant faces and nervous eyes gazing at the windows, slow down and watch the future of our country.  After all, education is everyone’s responsibility.

Manuel DaCosta

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close