Editorial

Lar Doce Lar

Editorial

Lembra-se onde estava no dia 1 de março de 2020? Provavelmente não, porque o isolamento do mundo como cumprimos hoje não era examinado nessa altura. Quão resilientes somos que, num curto período de tempo, as nossas vidas e a forma como vemos o mundo mudaram completamente?

Têm vindo a ser implementadas medidas de detenção altas por vários governos, incluindo pelo Governo do Canadá. A campanha de ficar em casa está em andamento com a exceção de pessoas em serviços essenciais. O Canadá, Ontário e Toronto recorreram devidamente a intimações com multas e pena de prisão. De facto, algumas pessoas deveriam estar presas devido às atitudes imbecis que continuam a dominar as manchetes dos jornais porque se recusam a seguir as regras relativas ao afastamento social. Como é que penetramos na mente das pessoas para lhes incutir a realidade do contágio? Isto é uma guerra e nós somos o inimigo. As armas usadas são invisíveis e somos nós próprios que continuamos a garantir as vias para a incubação da munição, o que poderá resultar em muitas mortes. Os trabalhadores da linha da frente continuam a trabalhar incansavelmente para combater a pandemia que tem vindo a afetar todos os aspetos da nossa vida. Por isso, os tolos que pensam que esta situação é apenas uma constipação passageira, por favor percebam que existem seres humanos a pôr a vida em risco por vocês.

A quantidade de informação com que somos bombardeados pelos diferentes níveis de Governo têm sido confusas e incompletas, criando stress e confusão para aqueles que estão desempregados, sob lay off e à beira da falência. Os governos têm a obrigação de delinear evidentemente os programas de ajuda financeira que pretendem auxiliar o cidadão comum e os empreendedores. Quem aluga, faz lease ou a hipoteca de uma propriedade tem vindo a receber mensagens complexas que resultaram em várias pessoas a decidir não cumprir a sua obrigação financeira e não proceder aos pagamentos. Eventualmente, quando a sociedade normalizar, a dívida dos indivíduos e empresas será superior àquilo que conseguirão suportar em termos financeiros, isto porque decidiram adiar pagamentos que poderiam ter sido feitos a tempo. A dívida contraída pelos governos irá resultar ou numa recessão extremamente profunda ou numa depressão económica, sendo que o mercado de ações ainda não lhe pôs um preço. Todos aqueles que podem cumprir os seus pagamentos, façam-no para evitarem uma sobrecarga de stress financeiro no futuro. É essencial uma boa saúde mental para manter as pessoas sob quarentena e diminuir incidências de violência doméstica. Os cidadãos estão a tentar manter tudo em ordem, sentados em casa, a absorver doses continuas de redes sociais e publicidades que providenciam exemplos daquilo que não deveríamos estar a fazer, como falta de regras de socialização e o encorajamento dos cidadãos a litigar os empregadores. Além disso, as lojas aumentaram o preço de bens alimentares básicos e os camionistas que transportam os nossos alimentos têm sido proibidos de aceder às casas de banho nas paragens. Para onde foi a decência nesta sociedade egoísta, destituída de moralidade, onde estender a mão é entregar o direito à exploração? A 1 de abril, enquanto a maioria estará preocupada com a incerteza se conseguirão pagar as suas dividas e a sua hipoteca, os MP’s de Ottawa irão ceder a si mesmos um aumento. Que ótimo sentido de oportunidade, não é? São muitos os que estão a assumir que o mundo nunca mais será o mesmo depois do COVID-19. Podem ter razão, mas ainda acredito que a democracia irá prevalecer e Putin, Xi Ping e o maior idiota Kim Jung-Un irão permanecer despóticos e inimigos do processo democrático. Serão rejeitados pelos pensadores livres e, por isso, a democracia prevalecerá. Sim, os seres humanos são o verdadeiro vírus do planeta, mas se cedermos, o que se segue? Feliz abril e lembre-se como as coisas têm mudado desde o primeiro dia de março.

in English

Home Sweet Home

Do you recall where you were March 1st, 2020? Possibly not because our isolation from the world today was not contemplated then. How resilient are we that in such a short period of time our lives and view of the world changed completely?

Maximum detention measures have now been implemented by many governments including Canada. The stay at home campaign is in full swing with the exception of people in essential services. Canada, Ontario and Toronto have rightly resorted to threats of fines and incarceration and some people should be in jail as their moronic attitudes continue to dominate headlines because of the refuse to follow rules regarding social separation. How do you get into the mental make-up of people to hammer into their heads that the contagion is real? This is a war and we are the enemy. The weapons being used are invisible and it is ourselves that continue to provide ready vessels for the incubation of the ammunition which ultimately results in many deaths. Front line workers continue to work tirelessly to stay ahead of the pandemic which has affected every aspect of our lives. So, those fools that still think this situation is just a passing flu, please understand that there are human beings putting their lives on the line for you.

The amount of information being thrown our way by different levels of government has been confusing and incomplete creating a separate level of stress which compounds the confusion of those unemployed, laid off and on the brink of bankruptcy. Governments have a duty to clearly outline financial programs supposedly to help the common citizen and entrepreneurs. Those who rent, lease and mortgage properties have received complex messaging resulting in many deciding not to fulfill their financial obligations and not to make payments as required. Eventually when society normalizes the debt of individuals and business will be beyond their capacity to pay because they decided to defer payments which could have been made on a timely basis. The amount of debt being incurred by governments will result in either an extremely deep recession or a depression and recovery has not yet been fully priced by the stock market. To all who can make your payments do it to avoid future long term pain due to overwhelming financial stress. The status of good mental health is essential in maintaining people under quarantine and decreasing incidences of violence within homes. Citizens are trying to keep it together sitting at home absorbing continuous doses of social media and commercials running pieces which provide examples of things that we should not be doing such as social separation and encouraging citizens to litigate employers. In addition, basic food staples are being priced higher by food stores and truck drivers that transport our food are being refused access to washrooms at truck stops. Where has decency gone in a greedy society devoid of sufficient morality to lend a hand and gives permission to exploit? On April 1st while most will be grappling with the uncertainty of making debt and mortgage payments, MP’s in Ottawa will be giving themselves a raise. Great timing eh? Many are jumping to conclusions that the world will be changed forever as a result of COVID-19. They may be right but I still believe that democracy will prevail and Putin, Xi Ping and the ultimate moron Kim Jung-Un will remain despised despots and enemies of the democratic process. They will be rejected by free thinkers and thus democracy will prevail. Yes humans are the true virus of the planet but if we give in, what’s next? Happy April and remember how things have changed since the first day of March.

Manuel DaCosta/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW