Desporto

União da Madeira ainda tenta voltar à II Liga já em 2018/19; Ac. Viseu pensa na I Liga

Santa Clara pode passar da I Liga ao Campeonato de Portugal 

A época 2018/19 pode ainda sofrer alterações no que diz respeito à constituição dos campeonatos, desde a I Liga ao Campeonato de Portugal. O Santa Clara, implicado num caso de utilização irregular de jogadores e por ter indicado um treinador que não foi a jogo, pode ser sancionado com perda de pontos relativos à época 2017/18. Tal pode custar a troca da promoção à I Liga pela descida ao Campeonato de Portugal. 

O narrador da Comissão de Instrutores propôs o arquivamento do processo disciplinar, mas no documento «Despacho e Acusação» do Conselho de Disciplina (CD) da FPF, refere-se que «a proposta de arquivamento formulada pelo Ilustre Instrutor foi indeferida» e o CD decidiu que o processo contra o clube açoriano avance. 

Neste imbróglio, foi ainda «ordenado à Comissão de Instrutores» a resolução de algumas «diligências instrutórias» para o esclarecimento do caso. 

Entre elas, refere-se uma «inquirição de um grupo de 10 jogadores» da equipa principal do Santa Clara em 2017/2018, assim como «notificação» do Conselho de Administração da SAD do Santa Clara «para confirmar ou informar a fidedignidade» do comunicado oficial relacionado com a saída de Carlos Pinto do comando técnico, a 14 de maio último, além das declarações então prestadas após o desfecho. 

Recorde-se que, na Comissão de Instrutores da Liga, estava movido um processo contra o Santa Clara, nomeadamente pela utilização incorreta de treinador em três jogos, ante União da Madeira, Varzim e Académica. Nestes, Carlos Pinto era o treinador principal do emblema insular, que na altura tinha só o segundo nível do curso de treinadores e foi indicado o coordenador da formação, Luís Pires, como técnico principal, sem o mesmo ter estado nos jogos. 

Perante este cenário, há outros clubes em causa que podem tirar dividendos. O União da Madeira, que também recorreu no caso, pode ainda ter hipóteses de ficar na II Liga. E o Académico de Viseu, também parte interessada e terceiro classificado na II Liga de 2017/18, pode beneficiar da perda de pontos do Santa Clara, que pode ir até um total de 30. 

A confirmar-se a aplicação da sanção de derrota, que decorreria desde o 45.º dia de incumprimento, os açorianos perderiam esses 30 pontos, desde a 24.ª jornada. Uma subtração que colocaria o Santa Clara com 36 pontos, pontuação que ditaria um lugar de descida ao Campeonato de Portugal. 

Já o União da Madeira, beneficiando do ganho de três pontos no jogo ante o Santa Clara, faria 47 pontos, suficientes para permanecer no segundo escalão. Neste cenário, desceria o Sp. Braga B ao terceiro escalão. 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER