Desporto

Sporting aproveitou mesmo as ‘ofertas’ dos rivais

O Sporting derrotou o Vitória de Guimarães, no encerramento da 20ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, prova que passa a liderar após o deslize do FC Porto na véspera, em Moreira de Cónegos.
Um golo do central francês Mathieu, já na parte final do jogo, aos 84 minutos, deu os três pontos aos ‘leões’ (1-0 foi o resultado final), com o Sporting a ter agora um total de 50 pontos, mais um que o FC Porto, que empatou 0-0 com o Moreirense.
Uma jornada que acaba por ser amplamente proveitosa para o novo líder, já que deixa o rival de Lisboa, o Benfica, a três pontos. Os ‘encarnados’ também ‘escorregaram’ na ronda, empatando 1-1 no Restelo com o Belenenses, já em período de desconto. A liderança do Sporting é no entanto à condição, já que ao FC Porto falta disputar a segunda parte do suspenso jogo no Estoril, com vantagem ‘canarinha’ de 1-0 ao intervalo.
Os vimaranenses apostaram no contra-ataque em Alvalade e repartiram ocasiões de golo com o adversário, graças a um bom contra-ataque apoiado, mas na parte final foi claro o ascendente dos ‘leões’, que após um remate ao poste de Bruno César e de um espetacular ‘tiro’ de Acuña chegou finalmente ao golo, com Mathieu a ir à grande área adversária para fazer as vezes de ponta de lança.
O Vitória de Guimarães regressou às derrotas e perdeu mais um lugar no campeonato, passando a ser o nono, com 26 pontos, ultrapassado na ronda pelo Boavista, que chega aos 27.
No Bessa, marcou primeiro o Marítimo, aos oito minutos, através de Everton, com os ‘axadrezados’ a chegar ao 2-1 com os golos de Mateus (43), na recarga a uma grande penalidade falhada por David Simão, e Yusupha (80).
Também o Vitória de Setúbal conseguiu sair da zona despromoção, com o empate em Chaves, a dois golos. ‘Bis’ de Willian (10 e 51) para os flavienses, golos de Edinho (15, de penálti) e Yohan Tavares (90+6) para os sadinos.
Os setubalenses são agora antepenúltimos, com 15 pontos, tantos quantos tem o Estoril, mas com melhor diferença de golos. Fecha a lista o Desportivo das Aves, com 14 pontos.
O FC Porto empatou sem golos em casa do Moreirense e foi ultrapassado na liderança pelo Sporting. Com este resultado, os ‘dragões’ desaproveitaram o ‘deslize’ do Benfica, que empatou no Restelo com o Belenenses (1-1), e chegou aos 49 pontos. Por seu lado, o Moreirense somou um ponto importante, chegando aos 16 e seguindo, para já, no 15º posto, dois pontos acima dos lugares de despromoção. Por seu lado, o Desportivo das Aves caiu para a 17ª e penúltima posição, com 14 pontos, e volta a estar abaixo da ‘linha de água’.
O ‘culpado’ da queda dos avenses é o Estoril Praia, que saiu do último lugar ao bater o Tondela por 3-0, graças a golos de Pepe, aos cinco minutos, Lucas Evangelista, aos 45, e Allano, aos 71.

II Liga
Penafiel vence líder FC Porto B  e posiciona-se no ataque à subida

O Penafiel venceu por 2-0 na receção ao líder da II Liga de futebol, o FC Porto, na 22ª jornada, posicionando-se no ataque aos lugares de subida, enquanto Leixões e Académico de Viseu empataram a um golo.
O único golo do encontro surgiu aos 26 minutos e foi marcado por Gustavo, segundo melhor marcador do Penafiel, agora com seis golos, menos um do que Fábio Abreu, e resultou do melhor lance coletivo do encontro, com o brasileiro a surgir isolado na área, após triangulação com Fábio Abreu.
A equipa B do FC Porto está a ‘pagar a fatura’ da saída recente de jogadores nucleares que a tornam mais fraca, como Galeno e Fede Varela, transferidos para o Portimonense, Jorge Fernandes, que reforçou o Tondela, e André Pereira, que era o melhor marcador da equipa e foi incorporado no plantel do Vitória de Setúbal. Depois de uma série consecutiva de cinco vitórias, a equipa cedeu um empate em casa frente ao Arouca na jornada anterior e agora sofreu uma derrota em Penafiel, mas conserva, ainda, a liderança, com 41 pontos, mais um do que a Académica, que venceu o União da Madeira, em Coimbra, por 4-2.
No outro jogo da 22ª jornada, o Académico de Viseu conseguiu empatar a um golo já em período de descontos frente ao Leixões no estádio do Mar, num embate entre outros dois candidatos à subida à I Liga. Um golo marcado pelo avançado ganês Kwame Nsor, aos 90+2 minutos, selou a igualdade, numa altura em que os adeptos do Leixões, que abriu o marcador também no período de compensações da primeira parte, aos 45+3, pelo médio venezuelano Breitner, já celebram o que seria a subida ao terceiro lugar. Este empate mesmo ao ‘cair do pano’ dos viseenses, que estão há seis jogos sem vencer, permitiu-lhes subirem ao terceiro posto, com 36 pontos, os mesmos do Leixões, quarto, e do Penafiel, quinto, enquanto o Nacional, que baixou a sexto, com 35, viu o seu jogo de hoje na Choupana, frente à Oliveirense, ser adiado para 28 de fevereiro devido ao mau tempo. A Académica solidificou o segundo lugar na II Liga portuguesa de futebol, e primeiro entre os que lutam pela subida de divisão, com triunfo por 4-2 sobre o União da Madeira, no arranque da 22ª jornada. Os ‘estudantes’ somam agora 40 pontos, a um do líder FC Porto B, que não entra nas contas da subida, e mais cinco do que Nacional, Académico de Viseu e Leixões, que ainda não jogaram, e seis face ao Arouca, ‘empatado’ na receção ao Cova da Piedade.
O Arouca vinha de empate na casa do FC Porto B e um registo de sete triunfos seguidos em casa, mas desperdiçou a oportunidade de se isolar, provisoriamente, em terceiro, pois foi travado pelo Cova da Piedade, que navega na segunda metade da tabela, num embate em que a desinspiração geral justifica o ‘nulo’. O Gil Vicente adensou a crise de resultados, que já vai em 11 jogos sem vencer, incluindo cinco derrotas, com a de hoje, frente ao Varzim (0-1), que assim conseguiu respirar um pouco, ganhando folga para a zona de descida. Decidiu Ruben Macedo.
O Vitória de Guimarães B continua a recuperação, com o terceiro triunfo consecutivo, agora contra o Sporting da Covilhã, que luta pela subida, mas que saiu da ‘Cidade Berço’ vergada a pesado 3-0. Os golos de Oscar Estupiñán (28), Haashim Domingo (55) e Rui Gomes (71) valeram aos minhotos a quinta vitória nos últimos seis jogos e a subida ao 14.º lugar, com 26 pontos, ao mesmo tempo que ditaram o fim de uma série de quatro vitórias seguidas da turma serrana, que assim caiu para o oitavo posto, com 33.
No outro jogo do dia, dois golos de Rafael Barbosa permitiram ao Sporting B vencer o Real Massamá por 2-1, colocando um ponto final numa série de quatro encontros sem vencer dos ‘leões’ e deixando o adversário cada vez mais último.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER