Desporto

Ryan Giggs foi detido por violência doméstica mas nega as acusações

Ryan Giggs foi detido por violência-inglaterra-mileniostadium
Wales manager and Manchester United great Ryan Giggs has denied “all allegations of assault” of his girlfriend Kate Greville on November 3, 2020 after being arrested following reports of a disturbance at his home on Sunday. (Photo by Donall Farmer / AFP)

 

O selecionador do País de Gales, Ryan Giggs, foi detido por alegada violência contra a namorada, atos que o ex-futebolista negou, de acordo com o seu porta-voz.

“O senhor Giggs nega todas as acusações de agressões feitas contra si”, refere o porta-voz do técnico, em comunicado, acrescentando que o antigo jogador do Manchester United está a colaborar com as autoridades e que vai continuar a auxiliar as investigações em curso. Já a Federação do País de Gales, também em comunicado, refere que está “ciente de um incidente envolvendo o seu selecionador nacional”, mas escusou-se a fazer mais comentários sobre a situação.

Leia também: • Sexual assault centres struggle with limited funding as more women come forward to say #MeToo

De acordo com o jornal “The Sun”, a polícia foi chamada a casa de Ryan Giggs na noite de domingo, com o ex-jogador a ser detido e interrogado por suspeita de violência contra a namorada, Kate Greville.

A polícia de Manchester esclarece que a mulher sofreu ferimentos leves, sem necessitar de tratamento hospitalar, e que “um homem de 46 anos acabou por ser detido”. O País de Gales cancelou a conferencia de imprensa prevista para hoje, na qual Ryan Giggs deveria divulgar os convocados para os próximos compromissos da seleção.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER