Modalidades

Raptors vencem Nets e fecham série com 4-0

Toronto Raptors confirma favoritismo, vence Brooklyn Nets mais uma vez e fecha série com "varrida" de 4 a 0. O adversário agora é o Boston Celtics

Os Toronto Raptors confirmaram o favoritismo hoje (23) e atropelaram os Brooklyn Nets por 150 a 122. Os Raptors fecharam a série com uma “varrida” de 4 a 0 em cima do rival e já começam a pensar no próximo adversário, os Boston Celtics, que venceram os Philadelphia 76ers, com outra “varrida” (4 a 0).

Os grandes destaques de Toronto no jogo 4 da série foram Norman Powell, com 29 pontos, Serge Ibaka com 27 pontos e 15 rebotes e Pascal Siakam com 20 pontos e 10 assistências. A notícia ruim para os Raptors foi a lesão de Kyle Lowry. Ainda no primeiro tempo o armador sentiu o tornozelo, saiu de quadra mancando e não retornou mais. Não se sabe a gravidade da contusão.

Os Nets lutaram, mas não conseguiram evitar o 4 a 0 na série e terão de deixar a “bolha” da NBA em Orlando. Caris LeVert com 35 pontos, 6 assistências e 6 rebotes foi o grande nome do time de Nova York. Tyler Johnson com 13 pontos também merece destaque.

Na sequência de jogos da Conferência Leste da NBA, os Raptors vão medir forças contra o Boston Celtics. As datas dos duelos pela semifinal de Conferência ainda não estão definidas.

O JOGO

A partida começou com os Nets abrindo 6 a 0 com duas bolas de três pontos, a primeira de Garrett Temple e a segunda de Caris LeVert. Os primeiros pontos de Toronto foram anotados por Marc Gasol. A partida seguiu equilibrada com Brooklyn abusando das bolas de fora do perímetro e com uma ligeira vantagem até a metade do quarto. A partir daí os Raptors acordaram e viraram o jogo com cesta de três de Fred VanVleet. Quase no estouro do cronômetro Serge Ibaka infiltrou o garrafão para dar números finais ao primeiro quarto: 39 a 32 Raptors.

O panorama no segundo quarto não mudou. O garrafão seguia sendo o calcanhar de Aquiles dos Nets. Os reservas Ibaka e Norman Powell faziam grande partida pela franquia canadense. Powell foi responsável pela jogada do quarto, com linda enterrada. Pelo time de NY o grande destaque era Caris LeVert que terminou a primeira metade do jogo com 26 pontos. Os times foram para o vestiário com Toronto vencendo por 77 a 68.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>PLAYOFF POWELL IS A PROBLEM 😤 <a href=”https://t.co/liJ1scDfxn”>pic.twitter.com/liJ1scDfxn</a></p>&mdash; Toronto Raptors (@Raptors) <a href=”https://twitter.com/Raptors/status/1297680293508403207?ref_src=twsrc%5Etfw”>August 23, 2020</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

No segundo tempo os Raptors seguiram abrindo vantagem e dando show. Norman Powell e Ibaka brilhavam e os Nets não tinham reação. Em alguns momentos parecia All-Star Game, tamanha a facilidade de Toronto para infiltrar o garrafão ou matar bolas do perímetro. As “bombas” vinham de todos os lados: Com VanVleet, Anunoby, Ibaka e até com Terence Davis que matou bola de três pontos no estouro do cronômetro. Ao fim do terceiro quarto os Raptors já venciam por incríveis 116 a 87.

<blockquote class=”twitter-tweet”><p lang=”en” dir=”ltr”>Norm x Serge = <br><br>56 Pts | 18 Reb | 8 3pm | 81 FG% <a href=”https://t.co/fjdxWnw4Hg”>pic.twitter.com/fjdxWnw4Hg</a></p>&mdash; Toronto Raptors (@Raptors) <a href=”https://twitter.com/Raptors/status/1297694570499715072?ref_src=twsrc%5Etfw”>August 24, 2020</a></blockquote> <script async src=”https://platform.twitter.com/widgets.js” charset=”utf-8″></script>

O último quarto foi só para Toronto administrar a larga vantagem e dar um pouco de minutos a jogadores que não tem muito tempo de quadra. O clima All-Star seguiu, com as duas equipes se preocupando pouco com a defesa. Ao fim da partida, Raptors na semifinal de Conferência 150, Nets eliminado 122.

 

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER