Modalidades

15 pódios de Portugal em Minsk

As conquistas desportivas de assinatura portuguesa não param de surgir. Uma nação que já se sabe ser valente, mas que, mesmo assim, não desiste de ir à luta e dar provas da sua força. Um grande orgulho para todos nós!
Na segunda edição dos Jogos Europeus, que se realizaram em Minsk, capital da Bielorrússia, Portugal mostrou mais uma vez a sua garra e conseguiu arrecadar 15 medalhas, sendo que três delas foram de ouro. Este resultado supera o da primeira edição, em Baku, onde o nosso país “apenas” ganhou 10 medalhas, três delas também de ouro.

Estes II Jogos Europeus reuniram 4000 atletas oriundos de 50 países, distribuídos por 15 modalidades – Portugal competiu com 98 atletas em atletismo, badminton, futebol de praia, ginástica (acrobática, aeróbica, artística e trampolins), canoagem, ténis de mesa, lutas amadoras, karaté, judo, tiro, tiro com arco, tiro com armas de caça e ciclismo (de estrada, de pista e contrarrelógio).

As ginastas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia alcançaram a primeira medalha para Portugal, com bronze na prova de equilíbrio. Mais tarde, no dia 23 de junho, as mesmas atletas arrecadaram o segundo lugar nas provas de combinado e de exercício dinâmico.

Telma Monteiro alcançou o bronze em judo, categoria -57kg, sendo que com esta conquista aumentou para 13 as medalhas arrecadadas em campeonatos continentais.

De bronze foi também a seleção nacional de estafeta mista dos 4×400 metros, composta por Ricardo dos Santos, Rivinilda Mentai, João Coelho e Cátia Azevedo – somando assim a sexta medalha para Portugal nesta competição.
Diogo Ganchinho, nos trampolins, Patrícia Esparteiro, em kata (karaté) e a seleção masculina de ténis de mesa no torneio por equipas, formada por Tiago Apolónia, João Monteiro e Marcos Freitas, que defendia o título conquistado na primeira edição dos Jogos, fecharam as contas para as medalhas de bronze na competição.

O ciclista Nelsón Oliveira alcançou a prata no contrarrelógio – oitava medalha para Portugal.

O judo por equipas mistas, equipa composta por Telma Monteiro (-57kg), Rochele Nunes (+70kg), Jorge Fernandes (-73kg), Anri Egutidze (-90kg), Bárbara Timo (-70kg) e Jorge Fonseca (+90kg), totalizou os nove pódios portugueses, acabando a prova em segundo lugar.

Na canoagem, também Fernando Pimenta alcançou o segundo lugar nas provas de K1 1000 e de K1 5000 metros e, assim, tornou-se no atleta português mais medalhado nos Jogos Europeus.

De ouro foram Fu Yu, na competição de singulares femininos de ténis de mesa, depois de vencer a alemã Han Ying por 4-2, Carlos Nascimento, nos 100 metros de atletismo e, para terminar em beleza, no penúltimo dia de competição, dia 29 de junho, a seleção de futebol de praia, orientada por Mário Narciso, “vingou-se” do bronze alcançado na edição anterior, em Baku, e venceu (à grande, diga-se), os “nuestros hermanos”, por 8-3.

A seleção espanhola ainda esteve a vencer por 2-0 mas os portugueses conseguiram uma reviravolta extraordinária – golos apontados por Leonardo Martins (hat-trick), Bê Martins (bis), Andrade, Madjer e Jordan Santos – mais uma gloriosa medalha de ouro para o nosso país!

Desta forma, Portugal posicionou-se no 17º lugar da tabela classificativa final destes II Jogos Europeus, em Minsk. No pódio ficaram a Rússia, com 109 medalhas, a Bielorrússia com 69 e a Ucrânia com 51.

Mas fiquem atentos países vizinhos europeus… Não pensem que são favas contadas: Portugal consegue surpreender, e muito!

Depois não digam que não avisei… Até daqui a quatro anos!

Inês Barbosa

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close