Desporto

I Liga: Sporting sofre para vencer Moreirense nos descontos e “perde” Gelson

Um Sporting com muitas baixas e com exibição bastante pálida venceu o lanterna-vermelha Moreirense por 1-0, com golo aos 90+2, no encerramento da 24ª jornada, quando na sexta-feira visita o líder FC Porto.
Numa altura em que jogava com 10 jogadores – Petrovic foi expulso aos 61 – e o encontro parecia controlado pelo personalizado Moreirense, Gelson Martins contou com a ajuda involuntária de André Micael, que desviou a bola com a coxa, para garantir um triunfo muito feliz, numa das piores exibições da época, perante um adversário que fez por merecer outra sorte.
No entusiasmo do golo, que pela segunda jornada consecutiva volta a surgir nos descontos, Gelson Martins tirou a camisola e foi admoestado com o segundo cartão amarelo, sendo expulso e falhando assim a visita ao Dragão. O FC Porto, que goleou 5-1 na visita ao Portimonense, comanda com 64 pontos, mais cinco do que o Benfica, que ganhou 3-1 em Paços de Ferreira, e o Sporting. O Moreirense sofreu a terceira derrota seguida e continua sozinha no último lugar, com 19 pontos, a um do Feirense e a dois de Paços de Ferreira, Vitória de Setúbal e Estoril. No outro jogo, o Sporting de Braga valeu-se de um golo tardio de Ricardo Horta (83 minutos) para vencer o Tondela por magro 1-0, num desafio de quase sentido único. Exibindo-se abaixo do nível habitual – são quartos com 15 pontos de vantagem para o quinto lugar, ocupado pelo Rio Ave, e a sete de Sporting e Benfica –, os “arsenalistas” foram, ainda assim, vencedores justos, sendo premiados pela paciência.
O Tondela, 12º com 25 pontos, apresentou-se muito defensivo e deixou uma pálida imagem, depois de um bom jogo diante do Sporting na jornada anterior.
O Benfica só conseguiu virar o resultado em Paços de Ferreira aos 88 minutos, em jogo da 24ª jornada da I Liga de futebol, numa vitória “arrancada a ferros” que mantém os “encarnados” na rota do penta campeonato.
Um golo de Luiz Phellype aos nove minutos, a aproveitar uma perda de bola de Grimaldo na origem da jogada, e um Paços, muito limitado, mas que lutou bravamente do primeiro ao último minuto, complicaram muito a vida ao Benfica, que teve de sofrer até ao minuto 88, quando Jonas fez o seu segundo golo.
Marítimo voltou às vitórias, mais de dois meses depois, ao derrotar em casa o Vitória de Guimarães por 3-2, e após oito jornadas consecutivas sem vencer para o campeonato. No Restelo, um golo de Sasso permitiu ao Belenenses vencer o Feirense por 1-0 e somar a segunda vitória consecutiva na I Liga de futebol e a primeira em casa desde 28 de outubro. O FC Porto venceu em casa do Portimonense por 5-1 e manteve-se cinco pontos à frente do Benfica e do Sporting, segundos classificados do campeonato.
Golos de Marega (10 e 44 minutos), Otávio (16), Soares (59) e Brahimi (66) construíram uma vitória segura para a formação “azul e branca”, com Lucas Possignolo a reduzir aos 90+2 para a equipa da casa.
Marcada para hoje, sexta-feira, os portistas mostraram não sentir a pressão da vitória do Benfica em Paços de Ferreira (3-1), nem a falta de vários jogadores, como Alex Telles, Danilo ou Aboubakar, lesionados, ou o castigado Corona. O Desportivo de Chaves somou a segunda vitória consecutiva e consolidou o sexto lugar da tabela, ao vencer o Estoril Praia por 2-0, com golos dos brasileiros William, aos 17, e Matheus Pereira, aos 84.
No Porto, o Boavista goleou o Vitória de Setúbal por 4-0, aproximando-se do quinto lugar, numa vitória que começou a ser construída no primeiro tempo, com golos de Henrique (12) e do gambiano Yusupha (45+1).

 

II Liga: Santa Clara vence Gil Vicente e lidera

O Santa Clara venceu em casa o Gil Vicente por 2-1, na 26ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, e subiu à liderança do campeonato, num dia em que o nevoeiro adiou o Nacional-FC Porto B.
O jogo na Choupana foi adiado para 7 de março e os açorianos aproveitaram para subir ao primeiro posto, graças a golos de João Pedro (20 minutos, de grande penalidade) e Diogo Santos (23), com a equipa de Barcelos, que estreou Pedro Ribeiro como treinador, a reduzir por Frederic Maciel (45). Para o Santa Clara, foi a quarta vitória consecutiva e o quinto jogo sem perder, enquanto a série negra do Gil Vicente continua: somou o 15º jogo sem vencer, com o último triunfo a acontecer em outubro do ano passado, frente ao Benfica B (4-0), e segue no penúltimo lugar com 24 pontos, a seis da segurança.
O resultado deixa a equipa de Carlos Pinto no topo da II Liga, com 45 pontos, mais um do que Académica e FC Porto B, ambos com 44, embora os dragões tenham um jogo a menos, seguidos de Penafiel e Arouca, que têm 43. O Arouca falhou a subida à liderança, ao perder em casa com o Varzim (2-1). O Penafiel aproveitou a derrota do Arouca e o empate do Académico de Viseu em Guimarães (0-0) para se manter na luta pelos lugares de subida, ao vencer o lanterna-vermelha Real Massamá, graças a um golo de Gleison, aos 36 minutos. Em Guimarães, a equipa B do Vitória, orientada por Alex Costa, que treinava os juniores e subiu à B para substituir Vítor Campelos, promovido interinamente à principal, perdeu os primeiros pontos da segunda volta. O carrasco foi a mesma equipa que tinha imposto a última derrota em Matosinhos, o aflito União da Madeira, que venceu por 1-0 e saiu dos lugares de descida. Depois da vitória na 42ª jornada de 2016/17, em 21 de maio do ano passado, os insulares voltaram a bater o Leixões, desta vez graças a um livre direto de André Carvalhas, aos 30 minutos.
No Seixal, o Benfica B e o Cova da Piedade empataram a uma bola, num duelo de duas equipas que não vencem há três jogos, com os golos do brasileiro Cleo (33), para os forasteiros, e do norte-americano Keaton Parks (55), para a equipa da casa, a fazerem valer o resultado. Se os encarnados seguem a meio da tabela, com 35 pontos, que valem o 12º posto, o Cova da Piedade é 14º, com 32, e está apenas três acima da zona de descida.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER