Futebol

Vieira assume culpa e admite sair do Benfica

Luís Filipe Vieira disse, esta segunda-feira à noite, que vai tomar uma decisão sobre a continuidade à frente do Benfica quando chegar a Lisboa, depois da derrota frente ao Marítimo, por 2-0.

O presidente benfiquista espera que a sua decisão seja de “não vergar”, embora admita que “muita coisa se vai passar” até lá e que ainda vai falar com a sua família, tendo assumido a total responsabilidade pelos maus resultados das ‘águias’.

Lisboa, 28/06/2020 - Partida dos jogadores do  S. L. Benfica para a Madeira, embarcaram no Aeroporto Humberto Delgado. Luis Filipe Vieira.  ( Ricardo Ramos / Global Imagens )
Lisboa, 28/06/2020 – Partida dos jogadores do S. L. Benfica para a Madeira, embarcaram no Aeroporto Humberto Delgado.
Luis Filipe Vieira.
( Ricardo Ramos / Global Imagens )

“Neste momento, a família benfiquista está demasiado frustrada. Digo-lhes que tudo o que fizemos foi para sermos felizes este ano. Não fomos. Algo que tem de ser dito. Não vale a pena esconder. O único culpado sou eu, que sou o presidente do Benfica”, garantiu.

Luís Filipe Vieira apontou que o que “acabou com o Benfica em 2000 não foi uma pandemia, mas os benfiquistas” e espera que o clube lisboeta não deixe perder o progresso feito desde então.

“Não deixem voltar ao passado, porque fomos nós todos que demos cabo do Benfica e fazer o que fizemos ao longo destes 20 anos, é muito difícil, tanto em termos de estruturas como em termos desportivos e financeiros”, salientou o dirigente.

LEIA MAIS EM JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close