Futebol

Taça de Portugal – E quem segue em frente é…

Chegámos a esta quarta ronda com 11 equipas da I Liga, oito da II Liga e 13 do Campeonato de Portugal. Jogos disputados e eliminações feitas, estão agora em prova sete equipas do principal escalão, quatro do segundo e cinco do terceiro.

O Santa Clara foi a primeira equipa a ser apurada para a próxima fase da Taça de Portugal, após golear o Leixões, no Estádio do Mar, por 1-4. Pelos açorianos marcaram Zé Manuel (32’) Osama Rashid (44’) e Carlos Carvalho (49’ e 80’). Pedro Pinto, aos 86’, marcou o tento de honra da equipa da II Liga tendo sido expulso no minuto seguinte.

No Varzim – Loures o único golo da partida, apontado por Levi Lumeka, só surgiu aos 90+4’. A partida que ditou a eliminação do atual quinto classificado da Série D do Campeonato de Portugal da prova ficou ainda marcada pela expulsão do avançado desta equipa, Amadu Ture, aos 90+5’.

O “prémio” de jogo mais marcante desta ronda vai, sem dúvida, para o Sertanense – Farense.

A formação da cidade de Faro foi mais perigosa no primeiro tempo, tendo inclusive aberto o marcador aos 31’, por intermédio de Fabrício Simões. O segundo tempo começou com a expulsão do defesa Sana e, aos 82’, a equipa do distrito de Castelo Branco viu-se novamente reduzida com a expulsão de Ka Semedo. A jogar com nove e com o final da partida a aproximar-se, a derrota parecia mais do que certa. Eis que Marquinhos, aos 90’, marcou o golo do empate. Doukoure exagerou nos festejos junto dos adeptos adversários e… acabou também ele expulso. O prolongamento jogou-se num oito para onze e, surpreendentemente, foi mesmo o Sertanense que chegou ao golo da vantagem (um autogolo de Rafael Vieira, aos 92’), num lance bastante confuso na área. O Farense, líder da II Liga, foi assim eliminado da competição.

O Académico Viseu eliminou o Feirense com um tento solitário de Latyr Fall (72’) e o Espinho venceu o Arouca no prolongamento (3-2). Marcaram Filipe Vieira (20’), João Silva (35’) e Diogo Valente (113’) pelo Espinho, e Diogo Costa (67’) e Sherriff Deo Mohammed (90+4’) pelo Arouca. Benny (89’) e Adilio (92’), ambos do Arouca, viram a cartolina vermelha.

Famalicão e Braga venceram, pela margem mínima, a Académica e o Gil Vicente, respetivamente. Golo de Toni Martínez (45’), pelo Famalicão e de Ricardo Horta (8’), pelo Braga. O Chaves, da II Liga, também com apenas um golo (André Aguiar, 26’), ditou o afastamento de mais uma equipa da I Liga – o Belenenses.

Em Vizela, o Benfica viu-se em desvantagem logo aos seis minutos, num golo marcado por Fábio Silva. Só aos 60’ (e a jogar contra 10 desde os 26’, por expulsão de Ericson Duarte) é que conseguiu chegar ao empate, por Raúl de Tomás, e aos 87’ conseguiu a reviravolta por Carlos Vinícius.

Mbemba (35’), Fábio Silva (42’), Jubal Júnior (56’, autogolo) e Marega (59’) construíram a goleada do F.C. Porto frente ao Vitória de Setúbal, numa partida que contou com a expulsão de André Sousa, aos 32’. Sem grandes dificuldades, os dragões seguem em frente na prova.

Outra grande surpresa desta quarta ronda: o Mafra, atual oitavo classificado da II Liga, venceu o Moreirense 3-1. Diego Medeiros, de penálti, aos 14’ e 68’ e Joel, aos 49’, marcaram pelo Mafra, enquanto que o solitário (e demorado) tento da equipa de Moreira de Cónegos teve a assinatura de Fábio Abreu, aos 90+2’.

Em jeito de desforra, o Anadia recebeu e venceu o eterno rival Beira-Mar por 2-1. Há cerca de duas semanas, os Trevos da Bairrada perderam, pelos mesmos números, em casa desta equipa, numa partida a contar para o Campeonato de Portugal.

A formação bairradina foi a primeira a marcar, aos 57’, por Tiago Borges. Seguiu-se o golo do empate do Beira-Mar (Fábio Vieira, 61’,  de grande penalidade) e, aos 83’, também da linha dos 11 metros, Rui Rainho, “ofereceu” a primeira presença nos oitavos da prova ao Anadia. Aos 76’, o guarda-redes Manuel Gama recebeu ordem de expulsão.

O encontro entre o Pedras Salgadas e o Canelas 2010 (onde atuam diversos elementos da claque Super Dragões, como é o caso de Fernando Madureira) decidiu-se através da marcação de grandes penalidades, que acabaram por ser favoráveis à equipa de Vila Nova de Gaia (5-6). Esta vitória traduz-se num feito inédito para esta equipa: está, pela primeira vez, nos oitavos de final da Taça de Portugal.

A vitória do Paços de Ferreira sobre a Sanjoanense, atual terceira classificada da Série B do Campeonato de Portugal, ficou a dever-se ao golo de Diaby, aos 12 minutos.

A jogar em casa, o Sintra Football (que eliminou, na ronda anterior, o Vitória de Guimarães) foi incapaz de travar o Marinhense – esta é, agora, a única equipa repescada que continua na Prova Rainha. Dois golos de Leandro (61’ e 75’) carimbaram o passe da equipa da Marinha Grande para a próxima ronda.

O Alverca, que eliminou o Sporting, foi agora eliminado pelo Rio Ave. Taremi, aos 16’, garantiu a passagem do emblema de Vila do Conde aos oitavos de final da Taça de Portugal.

Inês Barbosa

Redes Sociais - Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close