Futebol

Sporting reage ao “ataque” dos adeptos: “É uma vergonha”

O Sporting reagiu aos insultos dos adeptos durante a chegada da equipa ao hotel, nos Açores, onde vai defrontar o Santa Clara. Os leões falam em “vergonha” e em “manobras de coação”.

A comitiva do Sporting chegou ao hotel de Ponta Delgada, nos Açores, às 22 horas  – hora de Portugal continental – de domingo (15), mas não teve a melhor das receções. À espera dos leões estavam cerca de 150 adeptos que insultaram a equipa e gritaram em uníssono: “Alcochete sempre!”, em alusão à invasão à Academia, em maio de 2018.

Face ao episódio, o Sporting pediu reforço policial para a porta do hotel e já reagiu em comunicado. O clube de Alvalade afirma ser uma “vergonha” “glorificar o dia mais negro da história do clube”.

“O Sporting Clube de Portugal repudia mais um ataque feito à sua equipa de futebol profissional, hoje nos Açores, em linha com outros ataques feitos desde o início da época. Cânticos de ‘Alcochete sempre’, com gente outra vez de cara tapada, depois de vários atletas terem ido depor a tribunal e quando outros ainda terão que ir a tribunal é uma vergonha e uma manobra de coação. Louvar, promover, glorificar o dia mais negro da História do Sporting Clube de Portugal, em cânticos, é um incitamento à violência e ao ódio”, pode ler-se.

A equipa de Alvalade defronta hoje, segunda-feira (16), o Santa Clara nos Açores em jogo da 14.ª jornada da Liga. O pontapé de saída está marcado para as 19 horas de Portugal continental.

Leia o comunicado na íntegra:

“O Sporting Clube de Portugal repudia mais um ataque feito à sua equipa de futebol profissional, hoje nos Açores, em linha com outros ataques feitos desde o início da época. Cânticos de “Alcochete sempre”, com gente outra vez de cara tapada, depois de vários atletas terem ido depor a tribunal e quando outros ainda terão que ir a tribunal é uma vergonha e uma manobra de coação.

Louvar, promover, glorificar o dia mais negro da História do Sporting Clube de Portugal, em cânticos, é um incitamento à violência e ao ódio. E para além de ser chocante para os nossos atletas, para os nossos sócios, não é já apenas um problema do Sporting Clube de Portugal, é também um problema do Futebol Português, é também um problema do Estado Português e não há mais tempo, nem mais pretextos, para que se continue a assobiar para o lado perante as evidências e perante os gravíssimos sinais que todos podem observar.

O Sporting Clube de Portugal apela aos seus sócios, à sua massa associativa, para que apoiem os seus atletas, as suas equipas, em todos os campos, em todos os pavilhões, porque os nossos atletas precisam e muito do apoio de quem é mesmo, genuinamente, do Sporting Clube de Portugal.

Não desistiremos de lutar pelos valores do Sporting Clube de Portugal e do Desporto.

Não recuaremos nunca perante a ameaça, a agressão, o ódio, contra o Sporting Clube de Portugal e contra os seus”.

Fonte: JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER