Futebol

Sporting cancela protocolos com as claques Juve Leo e Directivo

O Sporting anunciou, este domingo (20), o cancelamento dos protocolos com as claques Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI. Em causa, estão os incidentes registados no sábado (19), no jogo de futsal, em que as claques pediram a demissão de Frederico Varandas e tentaram invadir a central onde estava o líder leonino.

Depois da derrota frente ao Alverca, que ditou o adeus do Sporting à Taça de Portugal na terceira eliminatória, Frederico Varandas voltou a ser contestado, sábado (19), no Pavilhão João Rocha, durante o jogo de futsal entre o clube de Alvalade e os Leões de Porto Salvo.

A JuveLeo marcou presença no encontro com o Leões de Porto Salvo, que a equipa verde e branca venceu por 6-1, e, juntamente com as restantes claques e outros adeptos, voltou a criticar a liderança do presidente leonino, pedindo a sua demissão. A claque tentou mesmo invadir o espaço onde se encontrava Frederico Varandas, originando momentos de alguma tensão e obrigando o líder leonino a sair escoltado pela PSP.

A reação do Sporting não se fez esperar e, este domingo (20), emitiu um longo comunicado. Na nota, o clube de Alvalade anuncia o cancelamento dos protocolos com as claques e refere que a resolução é “determinada em virtude da escalada de violência que ontem culminou com tentativas de agressões físicas a dirigentes e outros adeptos do Sporting Clube de Portugal”.

“Uma claque, seja ela qual for, tem uma função: apoiar as equipas do clube. Se é usada para outros fins, se ameaça sócios nos estádios, recintos e assembleias gerais, se usa a violência física ou verbal contra atletas, treinadores, técnicos, dirigentes e outros sócios, se essa violência é gratuita ou patrocinada, se essa violência é espontânea ou instigada, se acha que está acima dos outros sócios, se ataca e desvaloriza o clube e o seu bom nome, se causa prejuízos de milhões de euros ao clube, se faz com que o clube pague centenas de milhares de euros em multas, se é notícia pelos piores motivos, se nem sequer apoia o Sporting Clube de Portugal, se faz com que os atletas sintam que ‘jogamos sempre fora’, então não está a servir o Sporting Clube de Portugal, então não está a desempenhar a função para que foi criada. (…) Assim, decidiu o Sporting Clube de Portugal, a bem dos seus Sócios, atletas, dos seus profissionais, a bem dos superiores interesses desportivos e financeiros do Sporting Clube de Portugal, e do seu futuro, terminar, com efeitos imediatos, o protocolo existente com quem violou dolosamente e conscientemente obrigações desse mesmo protocolo, com quem violou os estatutos do Sporting Clube de Portugal, com quem violou a lei da República Portuguesa, com todas as consequências que daí advirão”, pode ler-se.

No mesmo comunicado, o Sporting recorda ainda o ataque de Alcochete, salientando que o presente do clube é consequência do passado.

“O presente do Clube é também uma consequência do seu passado. Os crimes cometidos em Alcochete e que se traduziram no maior ataque desportivo, financeiro e humano ao Sporting Clube de Portugal estão na memória de todos e a História não se apaga. Foram dezenas de milhões de euros de prejuízos, danos reputacionais inestimáveis para a imagem, nome e marca Sporting CP. Foi a página mais negra da História do Sporting Clube de Portugal com um impacto muito negativo para o bom nome do Clube, infelizmente com consequências que perduram e dificultam a relação do Clube com outros clubes, dirigentes, agentes, jogadores e treinadores. Mas o que aconteceu tem de servir para que se retirem ilações e devemos, no limite, aprender com essa tragédia. Aprender implica não repetir os erros do passado e não tolerar as tentativas de repetição como o ocorrido na mais recente invasão à garagem em Alvalade. E com que intuito? Mais agressões, mais rescisões, mais perdas”.

https://twitter.com/Sporting_CP/status/1186004917879791617?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.jn.pt%2Fdesporto%2Fsporting-cancela-protocolos-com-as-claques-juve-leo-e-directivo-11427060.html

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close