Futebol

Portugal na Liga Europa: Vitórias, empate e derrota

Sporting vence por 2-0 o Rosenborg na Noruega

Os golos de Coates e de Bruno Fernandes derrotam o Rosenborg (2-0) e mantêm os leões no comando do grupo D.
Com o triunfo desta quinta-feira (7), o terceiro em quatro jornadas, o Sporting soma nove pontos, mais dois que o duo que se segue, o LASK e o PSV, que se defrontaram também nessa noite, com a vitória a sorrir aos austríacos, por 4-1.


A liderança do Sporting poderá, contudo, ser neutralizada pelo risco de o Rosenborg perder todos os jogos.
Os leões discutirão o acesso aos 1/16 de final nas duas últimas jornadas, com o PSV, em casa, e com o LASK, na Áustria.

Braga bate Besiktas (3-1) e fica a um ponto do apuramento

O Braga somou, esta quinta-feira (7) à noite, a terceira vitória no Grupo K da Liga Europa, ao bater o Besiktas, por 3-1. Os guerreiros seguem isolados na liderança – o Wolverhampton ganhou em casa ao Slovan Bratislava -, ficando a um ponto de garantirem matematicamente o apuramento para os 16 avos de final. Mas podem até perder os dois jogos e seguir em frente, bastando para isso que a equipa eslovaca não vença as duas últimas partidas.

Na Pedreira, a noite foi de Paulinho, autor de dois golos. O avançado inaugurou o marcador aos 15 minutos, com um cabeceamento certeiro após pontapé de canto de Sequeira. O bis de Paulinho chegou aos 37 minutos, ao emendar um cruzamento de Galeno, e permitiu voltar a desfazer o empate, já que Tyler Boyd, americano de origem neo-zelandesa vendido no início da época pelo V. Guimarães ao Besiktas, havia batido Eduardo oito minutos antes, depois de tirar Sequeira do caminho.

O Braga procurou o golo da tranquilidade na segunda parte, mas só voltou a bater Karius à entrada para os últimos 10 minutos. Marcou Wilson Eduardo, a centro de Galeno – o brasileiro já fizera a assistência para o segundo golo de Paulinho -, sentenciando de vez a partida e confirmando a eliminação do Besiktas.

Com dez pontos em quatro jornadas, o Braga pode carimbar o apuramento se pontuar na receção ao Wolverhampton, no próximo dia 28. E mesmo perdendo com a equipa de Nuno Espírito Santo – venceu com um golo do mexicano Raúl Jiménez nos descontos (90+2), depois de Ruben Neves ter desperdiçado um penálti (48 m), a castigar falta sobre Pedro Neto -, os minhotos podem passar aos 16 avos de final se o Slovan Bratislava, o rival na sexta e última jornada, não ganhar na visita ao Besiktas.

F.C. Porto perdido em Glasgow

Dragões derrotados pelo Rangers (2-0) e com a vida complicada no grupo G da Liga Europa.
Dois golos em quatro minutos, da autoria de Morelos (69) e de Davis (73) causaram a segunda derrota do F.C. Porto em quatro jornadas.

Os Dragões ainda dependem deles próprios, mas terão de ganhar os dois últimos desafios, com o Young Boys, em Berna, e com o Feyenoord, no Dragão, para poderem qualificar-se para os 1/16 de final da Liga Europa.
O F.C. Porto fica a três pontos e em desvantagem no duelo direto com o Rangers, que empatou no Dragão (1-1), e a três unidades do Young Boys, que foi empatar ao Feyenoord (1-1), no outro jogo disputado na noite desta quinta-feira (7). Os holandeses têm os mesmos pontos que o F.C. Porto.

V. Guimarães empata com o Arsenal

À quarta jornada, após três derrotas, um empate com um Arsenal (1-1), nesta quarta-feira (6). Um ponto, curto para as ambições do Vitória, mas suficiente para manter a equipa minhota, ainda que muito remotamente, com hipóteses de qualificação para os 1/16 de final da Liga Europa.
No Estádio D. Afonso Henriques, um golo do internacional alemão Shkodran Mustafi adiantou a equipa londrina. O Arsenal deixou-se empatar já no minuto 90+2 (golo de Bruno Duarte), mas está já qualificado, nem que seja na segunda posição do grupo F.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close