Futebol

Portugal na Liga Europa: Todos ganham menos o Sporting

Sporting fecha Grupo D com derrota e em segundo

O Sporting fechou as contas da fase de grupos da Liga Europa com uma derrota na deslocação ao terreno dos austríacos do LASK Linz, por 3-0, terminando o Grupo D na segunda posição, ao ser ultrapassado pelo adversário.
Os leões sofreram o primeiro golo aos 23 minutos, por Trauner, num cabeceamento certeiro, após canto do lado esquerdo. Pouco depois, aos 35 minutos, a formação sportinguista ficou reduzidas a 10, na sequência de um penálti de Renan sobre Klauss, que resultou na expulsão do guarda-redes sportinguista, num lance em que o árbitro escocês William Collum considerou ter havido agressão.

Chamado a converter o castigo máximo, o mesmo Klauss não perdoou e aumentou a vantagem do LASK para 2-0, resultado que não sofreu alterações até ao intervalo.

No segundo tempo, a jogar com mais um elemento em campo, o adversário continuou por cima do jogo, criou diversas oportunidades para aumentar, mas só nos descontos conseguiu dar maior expressão ao claro domínio, com um tento de Raguz.

Com este desfecho, o Sporting caiu para o segundo lugar do Grupo D, sendo ultrapassado na classificação pelos austríacos, que somaram mais um ponto.

Vitória de Guimarães despede-se da Europa com triunfo em Frankfurt

O Vitória de Guimarães, que já estava eliminado, despediu-se da Liga Europa de futebol de 2019/20 com um triunfo por 3-2 no reduto do Eintracht Frankfurt, na sexta jornada do Grupo F.

Os minhotos adiantaram-se, aos oito minutos, por Rochinha, os alemães deram a volta, com tentos de Danny da Costa, aos 31, e Kamada, aos 38, mas a equipa lusa ainda chegou ao triunfo, selado por Al Musrati, aos 85, e Marcus Edwards, aos 87.

O Arsenal, que empatou 2-2 no reduto do Standard Liège, ganhou o Grupo F, com 11 pontos, contra nove dos alemães, também qualificados, oito dos belgas e cinco dos portugueses, vencedores pela primeira vez de um jogo fora numa fase de grupos.

F. C. Porto vence Feyenord e está nos 16 avos de final

O F. C. Porto ganhou aos holandeses do Feyenoord, por 3-2, na sexta e última jornada do Grupo G da Liga Europa, que decorreu no Estádio do Dragão, um desfecho que lhe garantiu a primeira posição e um lugar no Pote 1.
Numa primeira parte emocionante, os azuis e brancos marcaram aos 14 minutos por Luis Díaz, aumentando dois minutos depois num autogolo de Malacia. A resposta holandesa não tardou e em três minutos igualaram a partida, com golos de Botteghin (19) e Larsson (22).

Aos 25 minutos, os dragões ficaram a queixar-se de uma grande penalidade na área adversária, por mão na bola, mas o árbitro alemão mandou seguir. Um desvio de Soares ao segundo poste colocou os portistas novamente em vantagem na partida, com o marcador a permanecer inalterado até ao intervalo.

Na segunda parte, o Feyenoord pressionou na procura do empate, esteve muito perto, mas o poste e uma grande defesa de Marchesín seguraram a vantagem e garantiram aos dragões a presença na próxima fase.

Como vencedores do grupo – os escoceses do Rangers (segundos) empataram a uma bola com os suíços do Young Boys (terceiros) – os azuis e brancos passam a cabeças de série, integrando o Pote 1 no sorteio agendado para a próxima segunda-feira (16), pelas 12 horas, em Nyon, Suíça.

Braga passa com distinção em Bratislava e é cabeça de série

O Braga garantiu esta quinta-feira (12) o primeiro lugar do Grupo K da Liga Europa, ao ganhar, por 4-2, no terreno dos eslovacos do Slovan Bratislava, na sexta e última jornada.

Andraz Sporar, aos 42 minutos, adiantou os da casa, mas dois minutos depois Rui Fonte deixava tudo igualado a uma bola, resultado com que se atingiu o intervalo.

No segundo tempo foram novamente os eslovacos a colocarem-se na frente do marcador, por Rharsalla (70 minutos), contudo, a reação dos minhotos foi novamente pronta, com Tricão, aos 72, a empatar e três minutos volvidos a darem a volta à partida com um autogolo de Vasil Bozhikov. Já nos descontos, Paulinho fez o quarto tento dos arsenalistas.

Na classificação do grupo, o Braga, que já estava apurado, garantiu a primeira posição, com 14 pontos, mais um do que os ingleses do Wolverhampton, comandados pelo português Nuno Espírito Santo, que venceram, em casa, os turcos do Besiktas, por 4-0. Os eslovacos somaram quatro pontos e os turcos três.

Com este desfecho, a equipa de Ricardo Sá Pinto é cabeça de série e integra o Pote 1 do sorteio dos 16 avos de final.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close