Futebol

Portugal-Andorra: Mais um recorde para Ronaldo

Sérgio Oliveira para Pedro Neto: 1-0. Nélson Semedo para Paulinho: 2-0. Cristiano Ronaldo para Renato Sanches: 3-0. Mário Rui para Paulinho: 4-0. Cruzamento de Bernardo Silva desviado para a própria baliza por Emili Garcia: 5-0. Mário Rui para Cristiano Ronaldo: 6-0. William Carvalho para João Félix: 7-0. Sempre de bola corrida e em jogadas coletivas bem definidas. Andorra não conseguiu oferecer oposição, mas podia ter sofrido muitos mais golos.
Fernando Santos não queria fazer este jogo particular com Andorra. O selecionador preferia treinar para os jogos a doer que se seguem, mas a imposição da UEFA permitiu que Portugal goleasse Andorra e que Cristiano Ronaldo somasse a 100.ª vitória pela principal seleção nacional.

milenio stadium - Portugal goleia Andorra

 

Naquela que foi a 168.ª internacionalização por Portugal, o jogador da Juventus começou no banco e entrou na segunda parte, apostado em marcar e aproximar-se do recorde de Ali Daei (109 golos) como melhor marcador da história do futebol pela respetiva seleção. Apesar dos diversos disparos, só conseguiu faturar numa ocasião, apontando o golo número 102 com a camisola das quinas.

Antes disso, Cristiano Ronaldo também participou na goleada com uma assistência para Renato Sanches. Foi o primeiro de Portugal na segunda parte. Ficou feito o 3-0.

Ao golo de Sanches, reagiu Paulinho, que bisou na partida em jogo de estreia pela seleção nacional. O avançado do S. C. Braga, marcou um golo em cada parte. Este foi conseguido na segunda.

O 5-0 teve origem num jogador que, tal como Cristiano Ronaldo, ficou resguardado na primeira parte. Bernardo Silva, que será titular contra a França, cruzou para CR7, mas um desvio para a própria baliza de Emili Garcia, defensor de Andorra, garantiu a mão cheia de golos.

O fecho da contagem teve a assinatura do jogador do Atlético Madrid, João Félix, e também tem origem numa boa jogada de envolvimento coletivo.

Quanto à primeira parte, essa só teve dois golos, tendo sido o estreante Pedro Neto a ter a honra de inaugurar o marcador. O atacante do Wolverhampton, refira-se, foi o primeiro jogador nascido depois de 1 de janeiro de 2000 a ser lançado por Fernando Santos.

E Paulinho fechou as contas da primeira parte, com um golo à ponta de lança.

Portugal volta a jogar no sábado (14), novamente no Estádio da Luz, em Lisboa, frente à França, em partida da penúltima jornada do grupo 3 da liga A da Liga das Nações e, dia 17, na Croácia, encerra esta fase de apuramento para a final a quatro da mais recente prova de seleções da UEFA, cuja primeira edição foi conquistada por Portugal.

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER