Futebol

Alex Ferguson acusado de viciar jogo em troca de um relógio de 30 mil euros

Alex Ferguson, ex-treinador do Manchester United, foi acusado, na passada quinta-feira (17), no Tribunal de Southwark, em Londres, de ter viciado um jogo entre o Manchester United e a Juventus.

A acusação surge na sequência de um encontro forjado entre Claire Newell, repórter inglesa que se fez passar por uma empresária do mundo de futebol, e o empresário italiano, Giuseppe Pagliara.

O agente, em conversa com a repórter infiltrada, teceu várias acusações a Alex Ferguson, acusando o ex-treinador dos “red devils” de ter recebido um relógio de ouro da Rolex, avaliado em cerca de 35 mil euros, como forma de agradecimento por ter viciado um resultado de um jogo do Manchester United frente à Juventus.

“No final da reunião, Pagliara lançou aquilo que pode apenas ser descrito como uma diatribe de Sir Alex Ferguson, acusando-o de ter conspirado com Pagliara para combinar o resultado de um jogo de futebol entre a Juventus, clube que Pagliara era associado, e o Manchester United, na Liga dos Campeões, pelo qual Pagliara agradeceu com um relógio dourado da Rolex, avaliado em mais de 30 mil euros”, afirmou Claire Newell, segundo o Jornal inglês “The Sun”.

De acordo com a mesma publicação, Pagliara também acusou Alex Ferguson de receber dinheiro por transferências de jogadores. “Pagliara prosseguiu acusando Sir Alex Ferguson de receber dinheiro relativo a acordos de transferências. Ele alegou que já tinha pago a Ferguson antes”.

Alex Ferguson treinou o Manchester United durante 27 anos, desde a temporada 1986/87 a 2012/13, e conquistou, entre outros títulos, 13 ligas inglesas e duas ligas dos campeões.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close